O rapper bissexual Aaron Carter (irmão de Nick Carter, do Backstreet Boys) entrou para a rede social “OnlyFans” que, para quem ainda não conhece, permite postar nudes e cobrar um valor dos fãs para que possam ver o conteúdo.

Segundo o canal Queerty, o artista está cobrando entre US$ 50 a US$ 125, dependendo da foto que o usuário escolher. Caso você acrescente mais US$ 50, ele vai avaliar uma foto sua.

Vale lembrar que em outubro de 2019, Carter publicou alguns nudes (NSFW) acidentalmente no Instagram, que rapidamente se espalharam pela web.

AARON CARTER E BISSEXUALIDADE

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

No dia 5 de agosto de 2017, Aaron Carter se assumiu bissexual em um post no Twitter. No entanto, ele acabou retirando a declaração de bissexualidade da rede social e disse que foi mal interpretado, dizendo que tem o desejo de estar com mulher e filhos.

Dois anos mais tarde, ele disse novamente no Twitter que, mesmo tendo tido apenas relações heterossexuais ao longo da vida, ele é bissexual, especificando que também sente atração sexual por homens.

Vale dizer que Carter também passou por momentos difíceis em sua vida particular, sendo preso pela polícia do Texas por ter uma plantação de maconha em seu carro no ano de 2008. Já em 2017, foi preso novamente, desta vez na Geórgia, por suspeita de dirigir sobre influência da mesma droga.

Em 2018 ele se internou no Alo House, centro de tratamento para dependentes químicos em Malibu, Califórnia. Na época, ele declarou que estava fazendo terapia para lidar melhor com a morte de seu pai, ocorrida em maio de 2017, e também um rompimento amoroso de longa data. Em 2019, ele participou do reality show Marriage Bootcamp: Family Edition, que vem para reparar relacionamentos conturbados.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".