ENSAIO: André Baliera é um excelente servidor público com ótimas fotos privadas 🔞

A Cactos Magazine, revista online sobre o nu artístico masculino, convidou André Baliera para um ensaio bastante ousado

André Baliera é servidor público, tem 34 anos e mora no centro de São Paulo. Fazer  ensaio fotográfico profissional sempre foi um desejo, digamos, reprimido. Até o dia em que o editor da Cactos Magazine fez um convite audaz via Instagram: “gostaria de posar nu?”

– Como foi fazer o ensaio, fluiu numa boa ou você ficou nervoso? Qual é a dica para ter bons resultados em um nu artístico?

Foi sensacional. Na realidade, eu nunca tive a iniciativa de procurar um fotógrafo para fazer fotos nu. Por coincidência, no dia anterior ao dia que eu fotografei para a Cactos, fotografei para um outro projeto. Ainda que não dê pra dizer que eu era experiente, já era a minha segunda vez em dois dias seguidos, por isso acho que não rolou muito estresse. Além disso, ter sido dirigido pelo Luiz (editor da Cactos Magazine) foi fantástico, porque ele me deixou absolutamente à vontade. E eu acho que é essa a dica: a confiança entre o fotógrafo e o fotografado.

– Qual foto você mais gostou? Usou a foto em algum app de relacionamento ou mandou por inbox para algum crush?

Eu gosto da série em que estou em pé, segurando um banco, com o corpo bem alongado. Doeu fazer, pois meu alongamento não é lá essas coisas, mas gostei muito do resultado. E SIM… Coloquei as fotos tanto no Scruff quanto no Hornet. O retorno foi muito positivo (vale dizer aqui que estou em um relacionamento é aberto). Inbox eu não mandei, não, mas tá aí uma boa ideia!

– Sentiu algum aumento maior no número de mensagens diretas ou seguidores em suas redes sociais? Alguma cantada curiosa?

Sim. O número de seguidores no Instagram deu uma aumentada com a divulgação das fotos. Mesmo no Hornet teve um aumento no número de seguidores, o que é bem legal, porque mostra que as pessoas gostaram do trabalho da revista. Quanto às cantadas, veja, o ensaio é nu, né? Aí sempre tem algum comentário sobre tamanhos… (Risos)

– Qual foi o ponto mais positivo e o mais negativo em posar nu?

Positivo, com certeza, foi o próprio ensaio. É uma experiência altamente excitante, ainda que não haja qualquer relação íntima com o fotógrafo. É um experimento sobre o próprio corpo de liberdade e sensualidade que eu não imaginava que fosse tão profundo. O resultado é muito legal também, mas o momento em que você está sob a tutela do fotógrafo, completamente despido de pudores e de roupas, você sente um prazer absurdo. É realmente fascinante. Negativo, talvez seja a repercussão, considerando a sociedade conservadora que a gente vive, mas até agora eu não tive nenhum problema nesse sentido.

edição #12 da Cactos Magazine conta com fotos ~sem censura~ de André Baliera, o casal Aluísio e Léo, Josef Lauvers e Richard N. Ao total, a edição inclui 244 fotos. Há também o OnlyFans da revista.

 

2 COMENTÁRIOS

  1. O modelo sem duvida é muito bom, lindo, puta sorriso, corpo daora, mas que composição de fotografia mais pobre e cafona. Zulivre, parece os nudes zuados Hornet.

Comente