Rodrigo Santoro é capa da primeira edição digital da GQ Brasil

O ator fala com exclusividade de seu novo projeto em Hollywood – a série Reprisal, da Hulu, em que vive um ex-lutador

Em ensaio exclusivo, fotografado por Daniel Klajmic, Rodrigo Santoro estrela as quatro capas da primeira edição digital da GQ Brasil. A primeira delas estará disponível a partir desta segunda-feira (01.07). As outras serão conhecidas nas semanas seguintes. Além das 10 edições anuais impressas, duas edições semestrais da GQ Style, a GQ Brasil amplia seu portfólio com uma revista multiplataforma.

rodrigo santoro

Na entrevista, Rodrigo Santoro fala de seus 15 anos de carreira no exterior – atualmente, ele está envolvido em sete projetos. “O que eu busco em uma performance não é ser genial, é desaparecer”, confessa ele, que, após uma temporada no Rio de Janeiro, prepara-se para novo roteiro de sua vida-arte. “No começo ficava tentando entender meu papel em Hollywood; hoje em dia faz parte da minha rotina e lido com mais naturalidade”, reconhece.

Gravando a série “Reprisal”, da plataforma de streaming Hulu (responsável pela multipremiada Handmaid’s Tale), na Carolina do Norte (EUA), o artista interpreta um membro da gangue conhecida como Banished Brawlers. No ensaio, o ator se inspira no seu personagem, o ex-lutador Joel Kelly. “Minhas escolhas estão conectadas sempre com algo que me estimule e garanta para mim uma experiência memorável. Agora foi o boxe. Eu me divirto, volto a ser criança, quebro meus preconceitos, minhas ideias”, comenta sobre os desafios a que se submete.

Entre os projetos, além de estar em cartaz nos cinemas com “Turma da Mônica – Laços”, participa da gravação da terceira temporada de Westworld (da HBO), da série portuguesa “Solteira e Boa Rapariga (RTP1), está cotado para um filme da Netflix ao lado de Jamie Foxx e Joseph Gordon-Levitt e negocia projeto que será rodado pelo cineasta Fernando Coimbra (de “O Lobo Atrás da Porta).

A edição digital ainda trata sobre a nova fase de Lellê (ex-Dream Team do Passinho), traz uma entrevista e ensaio exclusivos com o músico Tim Bernardes e um bate-papo musical com Nicky Siano, que reinventou a música eletrônica nos anos 90. Além disso, a revista relembra os 50 anos da primeira viagem do homem à Lua, prepara um especial sobre os jogos Pan-Americanos 2019 (e também o Parapan), ainda traz as tendências de moda masculina dessa temporada e o podcast “GQ Letras” com o escritor Marcelo Rubens Paiva.

santoro

Sobre a GQ
Lançada em 1957 nos Estados Unidos e presente em 18 países, a GQ se consolidou como o guia essencial de estilo, cultura e lifestyle do homem brasileiro sofisticado, oferecendo o melhor do universo masculino na revista mensal, tablet, site e aplicativos para smartphone. Desde seu lançamento no Brasil, em 2011, a GQ é a publicação masculina com o maior número de anunciantes de relógios no país, ganhando inclusive especiais com o tema na revista. O Prêmio GQ Men Of The Year, cerimônia de premiação das personalidades masculinas (e uma mulher) que mais se destacaram no ano, celebrou em 2018, sua oitava edição. GQ foi eleita por três vezes a melhor revista masculina do Brasil pelo Prêmio Veículos de Comunicação. A revista tem circulação de mais de 15 mil exe mplares.

Comente