GAY BLOG BR by SCRUFF

Cary Grant foi um dos maiores galãs da “Era de Ouro” de Hollywood, que compreende as décadas de 1930 a 1950. Seus filmes mais famosos incluem Ladrão de Casaca e Trama Internacional.

Foi casado com cinco mulheres ao longo da vida por uma imposição dos estúdios hollywoodianos que o obrigavam esconder sua orientação sexual.  Devido à pressão, Crant chegou a tentar o suicídio em 1934, mas sua morte foi apenas em 1986 devido a uma hemorragia cerebral, aos 82 anos.

foto
Reprodução

Após sua morte, veio a público que ele manteve por mais de uma década um relacionamento homoafetivo com o também ator Randolph Scott. Os dois se conheceram nos anos 1930 nos estúdios da Paramount e protagonizaram o filme Sábado Alegre. Logo depois, foram viver juntos em uma casa a beira-mar em Santa Mônica, Califórnia.

Naquela época, Hollywood acreditava que se a homossexualidade de seus astros viessem a público poderia “destruir suas carreiras” e também afetar nas bilheterias de seus filmes no cinema – e por essa razão era “omitida ao máximo”.

Grant e Scott - reprodução
Grant e Scott – reprodução

Para cessar os boatos do casal, a Paramount criou uma imagem para a imprensa que os dois galãs eram “conquistadores solteirões” que apenas dividiam uma casa juntos – e esta foi chamada de “salão dos solteiros”. O estúdio também espalhou que era comum a presença de mulheres no local. A história não convenceu, e o ensaio fotográfico protagonizado por eles em 1932, em que revelava a rotina da dupla, foi considerado romântico demais: mostrando o dia a dia na cozinha, na piscina, jantando etc.

A relação do casal durou mais de 11 anos e Grant sempre negou ser homossexual. A atriz Dyan Cannon, que foi uma de suas esposas durante três anos nos anos 1960, rejeitou uma proposta milionária para escrever um livro contando segredos do seu casamento anos após a morte do ator. Inclusive, foi com ela que ele teve sua única filha: Jennifer, hoje com 64 anos.

foto
Grant e Scott – reprodução

A fama internacional foi conquistada em 1946, quando atuou ao lado de Ingrid Bergman no filme de Alfred Hitchcock, “Interlúdio” ( em inglês sob o título “Notorious”). A fama foi consolidada em 1957 com “Tarde Demais para Esquecer”. Nesse ano, quando se achava casado com a atriz Betsy Drake, se envolveu com Sophia Loren. Em seguida, casou-se a atriz Dyan Cannon, sua quarta esposa, da qual se divorciou em 1976. Em 15 de abril de 1981, Cary casou-se pela última vez, com a atriz Barbara Harris.

Grant foi mais conhecido por suas parcerias com grandes diretores, como Alfred Hitchcock e Howard Hawks, e pela elegância que sempre demonstrou nas telas. Foi nele em que o escritor inglês Ian Fleming se baseou para criar o personagem 007. O convite lhe foi feito mas foi recusado e aceito por Sean Connery.

Cary foi indicado duas vezes ao Oscar nos anos 40 pelos filmes “Serenata Prateada” (Penny Serenade, 1941), e “Apenas Um Coração Solitário” (None but the lonely heart, 1944), mas, por ser um dos primeiros atores independentes dos grandes estúdios, não obteve o prêmio durante seus anos de atividade. Somente em 1970 a Academia lhe deu um Oscar por sua carreira.

foto
Crédito: John Engstead – Randolph Scott e Cary Grant – 1935

O ator encerrou sua carreira no cinema em 1966 com o filme “Walk, Don’t Run”, pois segundo ele, estava velho para interpretar papéis principais e os seus fãs não aceitariam vê-lo como coadjuvante/secundário.

Cary Grant quase morreu no palco. Teve uma hemorragia cerebral fulminante ao sair do Teatro Adler, em Davenport, Iowa, onde ensaiava o espetáculo “Uma conversa com Cary”, aos 82 anos. Seu corpo foi levado para Los Angeles onde, conforme sua vontade, foi cremado sem qualquer cerimônia fúnebre.

Randolph Scott e Cary Grant
Randolph Scott e Cary Grant – Reprodução

Grant avisou a esposa sobre as coisas horríveis que diriam sobre ele depois de morto. “Os mortos não podem se defender”, escreveu. “Mesmo que os mais íntimos os defendam das invencionices, o estrago permanece. Sempre disse à minha mulher e à minha filha para esperarem o pior sobre mim”.

Faleceu aos 82 anos de hemorragia cerebral. Seu corpo foi cremado e as cinzas espalhadas na Califórnia. Vale dizer que Scott faleceu aos 89 anos, um ano depois de Grant.

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.