Existem muitas pessoas melhores do que eu. Especialmente nos movimentos de Direitos Humanos. E que bom que essa superioridade moral e ética esteja à disposição!

Cheguei a essa conclusão com o virtual acolhimento da estridente youtuber fascista e lésbica que rechaça, inclusive, a gravidade dos crimes de ódio contra LGBTs no Brasil.

'Não Contem Comigo' | Todd Tomorrow
Imagem: Arquivo pessoal/Todd Tomorrow

Enquanto eu afirmava que não sinta empatia alguma por ela ter sofrido um brutal ataque no Rio de Janeiro, dezenas de militantes LGBTs e de Direitos Humanos se mostravam solidários nas redes sociais. Parabéns a eles que conseguem, em muitos casos, emular uma espécie de cristianismo do bem. Eu não consigo. É direito não dar a outra face.

A esta altura todos já ouviram falar dessa capitã do mato versão LGBT. Já sua conivência e colaboração com a perseguição bolsonarista contra LGBTs me parece ainda não estar tão evidente.

Assim como alguns podem ter demonstrado alguma compaixão com os franceses que colaboraram com os nazistas na França ocupada da Segunda Guerra Mundial, certamente eu não estaria entre os que relativizaram tais crimes.

Obviamente eu não ousaria comemorar o ataque que ela sofreu, por uma questão de humanidade, ainda que, aliás, seja algo que essa moça é incapaz de acessar.

Ah sim, um gay branco está dizendo que não haverá redenção alguma dessa personagem que, por um acaso, é uma lésbica também branca e que recebe um alto salário do governo fascista de Jair Bolsonaro, do qual ela é cúmplice. Sim.

É de uma ingenuidade tremenda acreditar que a moça cessará seus ataques contra direitos civis duramente conquistados, como vi uma certa esperança se materializando nas redes sociais.

Deixo aqui demarcada a minha radical ruptura com quem acredita que há diálogo com o fascismo. Quem a espancou não tinha nada a ensinar a ela. E muito menos eu.

Google Notícias