Artistas LGBTQIA+ da periferia carioca estreiam filme sobre cultura ballroom e voguing

Filme performático com foco nas questões de gênero e sexualidade ,"The Face of Ball" será apresentado neste sábado, 24 de abril, no festival "Entrando na Dança Queer"

No dia 24 de abril, sábado, será exibido pela internet o filme “The Face of Ball”, criado por 11 artistas LGBTQIA+ da periferia carioca. O grupo foi selecionado pelo festival “Entrando na Dança” através de uma convocatória no início de 2021 para criar uma obra performática com foco nas questões de gênero e sexualidade através da cultura ballroom e no voguing, estilo de dança urbana e periférica que surgiu na comunidade negra latino-americana LGBT+ de Nova York nos anos 60 e se espalhou pelo mundo como um movimento político, de ocupação de espaços, celebração e diversidade de gênero, sexualidade e raça.

Os dez performers do filme foram dirigidos por Blackyva, carioca, negra, trans, cantora e atriz. Criada na Rocinha, ela é conhecida por suas performances urbanas, sempre em tom de protesto. A edição queer do Entrando na Dança foi idealizada para dar visibilidade à cena ballroom carioca e dar voz para a população LGBTQIA+.

Crédito: Charles Pereira

Locais icônicos da cidade serviram como locações para as gravações da obra, como o MAM (Museu de Arte Moderna), a Arena Carioca Dicró, na Penha, o Campus da UFRJ, na Ilha do Fundão, e a centenária Escola de Teatro Martins Penna. O Entrando na Dança deste ano promete trazer à tona para o público assuntos como a invisibilidade de parcela da população por questões de gênero/sexualidade e as dificuldades e ferramentas de superação encontradas por jovens artistas da periferia.

Blackyva conta que no primeiro encontro com o grupo, ao observar o olhar, o rosto e a expressividade corporal de cada um, identificou três perguntas que habitavam seus pensamentos: “qual é o rosto do futuro, o corpo do futuro e a cor do futuro?”. E explica que, apesar de já estar com um plano de condução pronto, foi necessário recuar para compreender o lugar de conforto de cada um e suas subjetividades, de modo que o diálogo ocorresse de forma horizontal. “Foi necessário ter um olhar voltado para a necessidade de cada artista durante os ensaios. Trabalhamos exercícios que dinamizaram questões que envolvem a percepção de movimentos ancestrais, autodefesa, sensualidade e sexualidade”, diz a diretora. Os ensaios aconteceram entre fevereiro e março de 2021, em diferentes espaços nos bairros da Tijuca, Gamboa e Lapa, num total de 17 encontros e 66 horas de trabalho.

Crédito: Charles Pereira

Além da obra que será exibida no dia 24, o perfil oficial no Instagram do Entrando na Dança traz para o público desde fevereiro diversos conteúdos sobre a cultura ballroom e o voguing, com posts sobre vivências dos performers e cobertura das atividades do projeto. Como parte desta movimentação online, desde março está sendo exibida uma série de entrevistas com os performers chamada “Ballroom responde” e em abril foi lançada uma série de 11 vídeos chamada “Ballroom na ponta da língua” em que os jovens do projeto explicam de maneira rápida e simples temas ligados a este universo, que tem ganhado cada vez mais espaço na cultura brasileira e nas grandes cidades, como Rio de Janeiro, Belo Horizonte e São Paulo. Para saber mais detalhes sobre a programação, basta acessar o perfil @entrandonadanca. Todo o conteúdo está salvo para consultas futuras.

Entrando na Dança Queer foi financiado com recursos da Lei Aldir Blanc através da Chamada Emergencial nº 4/2020 – Fomenta Festival RJ da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro. “The Face of Ball” tem como filmmaker Aron Moraes, figurino de Tauane Luzes, produção musical de DJ Werson e narração de Julia Lemmertz. A ficha técnica completa está disponível no site do projeto.

Crédito: Charles Pereira

Serviço

Obra The Face of Ball – Entrando na Dança Queer
Data: 24/04/2021 às 20h

Site oficial: https://www.entrandonadanca.com/
Instagram: @entrandonadanca

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF (Google Play ou App Store) está disponibilizando gratuitamente a versão PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

NO COMMENTS