GAY BLOG BR by SCRUFF

This article is also available in: Español

Com o intuito de trazer visibilidade ao tema de forma positiva, o curta-metragem documental “Toda Festa!” mostra um novo olhar sobre a vida sexual e afetiva de pessoas que vivem com HIV no Brasil. Produzido com recursos da Lei Aldir Blanc, o filme passa por cinco personagens que narram suas experiências e um pouco do seu cotidiano.

“Toda Festa!” tem um caráter informativo e sensível ao mesmo tempo, pois traz informações importantes sobre os cuidados e a saúde de pessoas com HIV e também humaniza suas experiências. O objetivo é quebrar o estigma social que acompanha a doença desde os anos 1980 e mostrar aos recém diagnosticados e ao público geral que é possível ter uma vida completamente normal.

Reprodução

“Pesquisando comunicadores especializados no assunto, percebi a urgência de novas abordagens que mostrem que o HIV não deve impedir que alguém leve uma vida festiva, com relações amorosas e sexuais saudáveis”, conta o diretor do documentário, Eduardo BP.

No entanto, ele sabe que “nem todos podem entrar nessa festa” e que também é necessário “lembrar que muitas pessoas ainda sofrem da falta de acesso ao tratamento antirretroviral ou das inúmeras formas de preconceito, sobretudo pessoas pretas, pobres ou mulheres, que são os que mais morrem de AIDS no Brasil”.

Reprodução

Entre as personagens do filme estão Luana Peixoto, estudante de letras da UFRJ, que recebeu o HIV por infecção vertical (da mãe para o bebê), o poeta Ramon Nunes Mello, o ativista Lázaro Silva e o casal soroconcordante (ambos vivem com HIV) Bia Nickytinha, do canal “Sou Soropositivo, e daí?”, e Diego Clistofer.

A realização de “Toda Festa!” contou com acompanhamento e consultoria técnica do pesquisador e doutor em saúde pública pela FioCruz, Rafael Agostini, especialista em HIV.

Onde assistir

Entre as ações pré-lançamento de “Toda Festa!” estão três lives, que vão ocorrer no instagram da produtora do filme, a Cão Azul Filmes. Nesta quarta-feira, 14, às 19h, o bate-papo tem como tema “Novas tecnologias de prevenção e tratamento ao HIV” e conta com a participação de Luana Peixoto, Lázaro Silva e Maria Rita Macedo.

A segunda live acontece no dia 23, às 20h, e será sobre “Cinema e HIV: tensionamentos e desafios”. Já no dia 27, também às 20h, o tema do encontro será “Redes Digitais e os Cenários Comunicacionais do HIV”. O filme tem lançamento previsto para o final de abril.

This article is also available in: Español

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF (Google Play ou App Store) está disponibilizando gratuitamente a versão PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista pela Universidade Federal de MS, foi repórter de economia e hoje, além de colaborar para o Gay Blog Br, é servidor público em Joinville (SC). Escreveu ''A Supremacia do Abandono'', livro disponível em amazon.com.br.