‘O Mau Exemplo de Cameron Post’, filme premiado que aborda a ‘cura gay’, tem pré-estreia em São Paulo

Evento será dia 17 de abril, no Cine Belas Artes, e contará com a presença de Alice Mello, André Fischer, Fernanda Soares e Mayara Efe

Ganhador do Grande Prêmio do Júri no Festival de Sundance e finalista no Troféu Bandeira Paulista na Mostra de Cinema Internacional de São Paulo, “O MAU EXEMPLO DE CAMERON POST“, de Desiree Akhavan, estreia dia 18 de abril. O filme, baseado no livro homônimo de Emily M. Danforth, é estrelado por Chloë Grace Moretz e tem ainda no elenco Jennifer Ehle, John Gallagher Jr. e Emily Skeggs.

Para o lançamento do longa em circuito comercial, a Pandora Filmes promove uma pré-estreia seguida de debate, na próxima quarta-feira (17/4), às 19h30. O evento, que acontecerá no Cine Belas Artes, terá como debatedores Alice Mello, da Harper Collins Brasil, responsável pela tradução e edição do livro em português, André Fischer, criador do Festival MixBrasil, Fernanda Soares, diretora de cinema e integrante do Canal das Bee, no Youtube, e a artista e documentarista, Mayara Afe. Ao final do evento, cervejas Império serão oferecidas aos espectadores. Ingressos à venda na bilheteria do cinema ou pelo site https://www.cinebelasartes.com.br/.

A história se passa na década de 1990 e acompanha a trajetória de Cameron, uma adolescente que foi enviada para um centro de “cura gay” depois de ser pega beijando outra garota. Vivendo com uma tia cristã desde a morte de seus pais, a menina passa a sentir dúvidas sobre sua identidade, e acaba se submetendo a uma terapia que supostamente a transformará numa adolescente heterossexual. Porém, é só quando está na clínica que ela vai descobrir mais sobre si mesma.

Enfrentando uma disciplina severa e métodos que supostamente a farão deixar de ser gay, Cameron terá em “Jane Fonda” (Sasha Lane) e Adam (Forrest Goodluck) duas pessoas em quem confiar, e de quem se torna mais próxima. Nenhum dos dois quer abrir mão de sua identidade, o que ajudará a protagonista a se aceitar como realmente é.

O filme teve uma ótima acolhida pela crítica desde sua estreia no Festival de Sundance. O The Hollywood Reporter apontou que a diretora “consegue performances complexas de seu elenco”, enquanto a Variety elogiou “a diversidade do grupo de adolescentes” do filme. Para o jornal inglês The Guardian, “o longa será importante para adolescentes gays por muitos anos”. Além do prêmio em Sundance, “O MAU EXEMPLO DE CAMERON POST” também foi premiado no Festival de cinema gay de Madri, o LesGaiCineMad, e levou dois troféus (um deles do público jovem) no Festival internacional de Valladolid, também na Espanha.

SERVIÇO 
Sessão de “O MAU EXEMPLO DE CAMERON POST”, seguida de debate
Local: Cine Belas Artes – Rua da Consolação, 2423
Data: 17 de abril (quarta-feira)
Horário: 19h30
Preço:  R$24,00 (inteira) / R$12,00 (meia) / R$12,00 (cliente Caixa)
Ingressos à venda na bilheteria do cinema ou pelo site https://www.cinebelasartes.com.br/

SINOPSE   
Cameron Post (Chloë Grace Moretz) era considerada uma adolescente comum até que foi pega beijando outra menina. Por isso, é mandada para um centro de terapia de conversão que corrige adolescentes com atração por pessoas do mesmo gênero. No local, em meio a tantas atividades estranhas, conhece outros jovens gays na mesma situação que ela e, aos poucos, vai tentando descobrir quem realmente é.

O MAU EXEMPLO DE CAMERON POST (THE MISEDUCATION OF CAMERON POST)   
Direção: Desiree Akhavan
Roteiro: Desiree Akhavan e Cecilia Frugiuele
Elenco: Chloë Grace Moretz, Sasha Lane, Steven Hauck, Quinn Shephard
Ano: 2018
País: EUA
Duração: 91 min
Classificação: 16 anos

SOBRE A PANDORA FILMES 

A Pandora Filmes é uma distribuidora de filmes independentes, atuante desde 1989. Voltada especialmente para o cinema de autor, a distribuidora buscou, desde sua origem, ampliar os horizontes da distribuição de filmes de arte no Brasil revelando nomes outrora desconhecidos no país, como Kieślowski, Angelopoulos, Wong Kar-Wai e relançando clássicos memoráveis em cópias restauradas, de diretores como Fellini, Bergman e Billy Wilder.

Paralelamente aos filmes internacionais, a Pandora Filmes sempre atuou com o cinema brasileiro, lançando obras de diretores renomados e também de novos talentos, como Gustavo Steimberg, Rodolfo Nanni, Rubens Rewald, Ruy Guerra, Edgar Navarro, Sérgio Bianchi, Roberto Moreira, Beto Brant, Fernando Meireles, Tata Amaral, entre outros. Dentro desse segmento, destaca-se o recente “Que Horas Ela Volta”, de Anna Muylaert, um grande sucesso, visto no cinema por mais de 500 mil espectadores.

Comente