GAY BLOG BR by SCRUFF

O roteirista Zack Snyder, famoso pelos dois filmes de “300”, concedeu uma entrevista ao The Playlist (via ScreenRant) contando que escreveu uma história para um terceiro filme. Finalizado em 2020, a ideia era explorar um romance gay entre Alexandre, o Grande, e um confidente próximo dele, Heféstio. No entanto, a Warner Bros acabou recusando.

“Durante a pandemia, eu tinha um acordo com a Warner e escrevi o que seria essencialmente o capítulo final de 300. Mas, quando sentei para escrever, escrevi um filme diferente. Eu estava escrevendo uma coisa sobre Alexandre, o Grande, e acabou virando um filme sobre a relação entre Heféstio e Alexandre. Acabou sendo uma história de amor. Então, realmente não se encaixava como um terceiro filme. O conceito ficou muito bom. É chamado de Blood and Ashes (Sangue e Cinzas), e é uma linda história de amor, realmente, com a guerra. Eu adoraria fazer isso, a Warner disse não… você sabe, eles não são grandes fãs meus. É o que é.”

Warner rejeitou romance gay para terceiro filme de "300"
Reprodução

Alexandre, O Grande e Heféstion 

A sexualidade de Alexandre, o Grande é alvo de muitas discussões e estudos acadêmicos, rendendo livros e até filmes. Segundo o historiador Plutarco (via Super Interessante), Alexandre se casou quatro vezes com mulheres, mas ele teria tido pelo menos um amante-homem, Heféstion.

A lenda diz que com a morte de seu amado, Alexandre teria ficado sem comer e sem beber por vários dias. No entanto, muitos também argumentam que ambos eram melhores amigos desde a infância, e que não necessariamente havia um amor homoerótico.

Segundo o historiador Paul Cartledge, “não é certo que a relação de Alexandre com Heféstion, ligeiramente mais velho, fosse alguma vez do tipo das que não ousam dizer o seu nome, mas é muito provável que tivesse sido. De qualquer forma, os costumes Macedónios e Gregos da época teriam favorecido uma componente sexual na relação, em vez de a inibir ou censurar.”

Alexandre organizou um funeral importante para Heféstion na Babilônia e enviou uma carta para o santuário de Ámon, que já antes o elevara ao estatuto de um Deus, solicitando que concedesse também a Heféstion as honras divinas. No entanto, os sacerdotes não o fizeram.

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os LGBTs que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"

1 COMENTÁRIO