‘Gay band’ Funtastic tem novo single com vibes do brega funk

O single "Solta a Swingueira" conta com uma animadíssima produção, carregada de coreografia – marca registrada do Funtastic

O grupo Funtastic, gay band formada por dançarinos pelos dançarinos Edson Damazzo (Bibiu), Lucas Oliveira, Jhury Nascimento e Thiago Basseto, apresenta single e clipe de “Solta a Swingueira” nesta sexta-feira (27). A canção é um brega funk que aposta na união dos dois gêneros musicais encarnada na alegria e performance versátil do quarteto. O single estreia com uma animada produção, carregada de coreografia – marca registrada do Funtastic.

Solta a Swingueira” reúne nomes de peso na composição e produção: Pablo Bispo, Ruxell, Sérgio Santos – por trás de sucessos de artistas como Pabllo Vittar –, se juntaram aos integrantes do quarteto, além de Luuk Oliveira e Erica Fagundes, para compor a canção que mistura o Brega e o Funk carioca.

Queremos unir o nosso som e a nossa maneira de ser com o máximo de pessoas e culturas diferentes no nosso país. Olha quanta riqueza temos, quanta criatividade, quantos ritmos! Somos cariocas e essa é uma homenagem ao Nordeste que, a todo momento, lança tendências musicais no mercado da música, e nós somos essa mistura” – celebra Biubiu.

O clipe oficial tem direção de Rômulo Menescal e Vinícius Olivo e produção da Lord Bull Films. A luz negra e as cores neon intensificam a performance do quarteto, que assim como na canção, mistura passos do Funk com o Brega.

Biubiu completa sobre a canção: “Nosso país nos dá a chance de misturar tantos ritmos legais, como pagode com funk, samba com rap. Agora, temos o brega funk, o grande fenômeno musical desse ano e ritmo que ganhou muita popularidade no Norte e Nordeste. Por que não nos jogarmos nesse ritmo tão contagiante e trazer isso para dentro do nosso gênero, que é tão eclético e disponível para novos sons? E é isso que fizemos – mostrar para os nossos fãs que nós somos felicidade, somos a mistura de raças, sons, e fazemos um som para o povo, independente para que público seja”.

A canção dá seguimento ao trabalho do grupo em conjunto com a Sony Music, que teve início na canção “Taku Fogo”. A faixa estreou acompanhada de clipe ambientado num galpão em São Paulo, com clima sensual, muito fogo, dança e sonoridade que passeia entre o Pop e Hip-Hop.

O grupo, que tem a proposta de se reinventar constantemente, quebrando barreiras, misturando ritmos, mostrando versatilidade e atitude, prepara mais novidades ainda para este ano.