GAY BLOG BR by SCRUFF

A cantora revelação Majur lança nesta quarta-feira, 18, a primeira parte de “Ojunifé Ao Vivo”, registro ao vivo de seu disco de estreia. O projeto reunirá vídeos de performances ao vivo de todas as faixas do álbum. “É uma experiência sensorial e um registro documental da minha história, voz e talento. E, como eu sou uma artista visual, quis trazer a sensação de viver o álbum”, ela comenta.

Chegam ao canal de YouTube da cantora essa semana os vídeos das primeiras quatro faixas da tracklist: “Agô”, “Flua”, “Ogunté” e “Enciéndeme”, todas com produção musical de Ubunto, produção criativa de Bruno Pimentel, direção musical da própria Majur e looks assinados pela Von Trapp, marca que já trabalhou com Sabrina Sato e Camila Coutinho.

Do idioma iorubá, “Ojunifé” significa “olhos do amor”. O primeiro álbum de Majur versa exatamente sobre isso: o olhar amoroso que ela desenvolveu por si mesma, em nome da própria felicidade.

Foi lançado no dia 12 de maio de 2021, fruto de dois anos de trabalho de sua intérprete, que também assina todas as composições. Participam do disco as cantoras Liniker e Luedji Luna. Majur caiu no gosto do grande público após emprestar seus poderosos vocais para “AmarElo”, faixa do rapper Emicida, que conta também com a participação de Pabllo Vittar e foi lançada em 2019.

BIOGRAFIA

Majur dos Santos Conceição nasceu em 21 de outubro de 1996 no bairro Uruguai, em Salvador, Bahia. Seu pai abandonou sua família quando ainda tinha 3 anos de idade, e para se sustentar, precisou catar material reciclável nas ruas com a mãe até os 6 anos. Começou a cantar desde 5 anos no coral da Orquestra Sinfônica da Juventude de Salvador, e em 2008, chegou à final Festival Anual de Canção Estudantil, promovido pelo Ministério da Educação.

Em 2016, Majur montou uma banda com outros 5 músicos para cantar nas noites de sua cidade natal. A banda cantava nos bares da Barra, bairro gastronômico e boêmio de Salvador. Lançou seu primeiro trabalho em 2018, Colorir, um extended play (EP) de 3 faixas. Lançou seu primeiro single solo em agosto do mesmo ano, “20ver”.

Majur se identifica como uma pessoa trans não-binária, mas diz não se importar com os pronomes de gênero feminino e masculino. “Transito muito bem entre os universos masculino e feminino.

Majur lança versão ao vivo de seu disco de estreia, "Ojunifé"
Divulgação
Majur lança versão ao vivo de seu disco de estreia, "Ojunifé"
Divulgação

Join our community of 15+ million guys

Find guys looking for the same thing with SCRUFF Match. Volunteer to be a SCRUFF Venture Ambassador to help out guys visiting your home city. Search an up-to-date agenda of the top parties, prides, festivals and events. Upgrade your game with SCRUFF Pro and unlock 30+ advanced features. Download SCRUFF here.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"