GAY BLOG BR by SCRUFF

A mostra “Bixaria Negra – O cinema de Marlon Riggs”, que acontece nas cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo, apresenta as obras dos cineasta, ativista e professor universitário, Marlon Riggs (1957-1994). Na capital carioca, será apresentada no IMS Rio e no Galpão Bela Maré, de 16 a 30 de junho. Já em São Paulo, os filmes serão exibidos no IMS Paulista, entre 22 e 29 de junho.

Com curadoria do pesquisador e cineasta Bruno F. Duarte, a mostra apresenta oito filmes, incluindo longas, médias e curtas-metragens, dirigidos por Riggs entre as décadas de 1980 e 1990, além de um documentário sobre sua vida e obra. O cineasta dirigiu filmes que celebram as comunidades negra e gay nos Estados Unidos, documentando suas estratégias de sobrevivência e resistência. 

A programação da mostra ainda inclui debates sobre a obra do diretor, com a presença de Cornelius Moore, parceiro de criação e distribuidor dos filmes de Riggs, entre outras pessoas convidadas. Os bate-papos acontecem no IMS Rio, no IMS Paulista e no Galpão Bela Maré, onde haverá também uma performance das artistas Dominick di Calafrio, Preta QueenB Rull e Pantera, além de DJ sets da festa Mariwô, na próxima sexta-feira (17). 

Marlon Riggs (Foto: Divulgação/ California Newsreel)

Riggs é antes de tudo um gênio. Um homem negro, homossexual, que viveu com HIV e foi um exímio narrador. O cineasta construiu uma filmografia inconfundível, celebrada por equilibrar-se entre pesquisas rigorosas e ousada experimentação estética. Sua biografia reúne muitos elementos para uma bela história de exceção extraordinária. Mas foi a busca pela experiência coletiva comum, impulsionada por uma urgência de comunicação com pessoas negras, que moveu seu fazer artístico”, pontua o curador.

Nascido no estado do Texas, no Sul dos Estados Unidos, em 1957, Riggs graduou-se em história na Universidade de Harvard e obteve o título de mestre em jornalismo na Universidade da Califórnia, onde iniciou sua trajetória no audiovisual. Entre 1981 e 1994, escreveu, produziu e dirigiu filmes que abordam questões de raça e sexualidade, marcados tanto por extensa pesquisa quanto pela experimentação de linguagem. Suas obras foram exibidas em festivais e mostras de cinema, onde obteve premiações importantes. Em 1994, aos 37 anos, Riggs teve sua vida interrompida em decorrência do HIV/aids.

Marlon Riggs e Essex Hemphill no filme Línguas desatadas (Foto: Ron Simmons)

 Títulos de Marlon Riggs que serão exibidos na mostra

  • Línguas desatadas (Tongues Untied), Marlon Riggs | EUA | 1989, 55′
  • Preto é… preto não é (Black Is… Black Ain’t), Marlon Riggs | EUA | 1995, 86′
  • Do estereótipo negro (Ethnic Notions), Marlon Riggs | EUA | 1987, 56′
  • Ajuste de cor (Color Adjustment), Marlon Riggs | EUA | 1991, 87′
  • O blues de Oakland (Long Train Running: A History of the Oakland Blues), Marlon Riggs | EUA | 1981, 29′
  • Hino! (Anthem), Marlon Riggs | EUA | 1991, 8′
  • Afirmações (Affirmations), Marlon Riggs | EUA | 1990, 10′
  • Non, je ne regrette rien, Marlon Riggs | EUA | 1992, 38′

Serviço

Mostra de filmes Bixaria Negra – O cinema de Marlon Riggs

Rio de Janeiro – IMS Rio
De 16 a 30 de junho
Rua Marquês de São Vicente, 476 – Gávea
Ingressos aqui– $ 10 (inteira) e 5 (meia)

Rio de Janeiro – Galpão Bela Maré
De 16 a 30 de junho
Rua Bittencourt Sampaio, 169. Maré
Entrada gratuita

São Paulo – IMS Paulista
De 22 a 29 de junho
Avenida Paulista, 2424
Ingressos aqui– R$ 10 (inteira) e 5 (meia)

Cartaz (Arte: Yhuri Cruz)



Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)