GAY BLOG BR by SCRUFF

Na última terça-feira (26) a Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular do Maranhão (Sedihpop-MA), acionou a Defensoria Pública (DPE-MA), Procuradoria Geral (PGE) e o Ministério Público (MP) do estado, para que adotem medidas necessárias sobre o crime de transfobia cometido pelo senador Roberto Rocha (PSDB-MA). O político atacou a adolescente e influenciadora digital, Alex Brito, conhecida como Bota Pó, após uma propaganda para a Secretaria de Estado da Educação do Maranhão (Seduc-MA).

O ofício explica que a publicação feita pelo senador é um desrespeito à identidade de gênero de Bota Pó e ofensa aos direitos de toda a comunidade LGBTQIA+. “[…] Cabe destacar, que por força de previsão legal, crianças e adolescentes têm direito à inviolabilidade da integridade física, psíquica e moral, devendo ser postos a salvo de tratamento vexatórios ou constrangedores. […] Ante o exposto, encaminhamos as informações para conhecimento e providências cabíveis, em especial a adoção das ações necessárias para a proteção dos direitos da adolescente” diz o texto assinado por Francisco Gonçalves da Conceição, secretário da Sedihpop.

 

Antes de anunciar o envio do caso à DPE, à PGE e ao MP, a Sedihpop já havia lamentado o episódio. “Lamentável e cruel o posicionamento do senador Roberto Rocha que destila ódio, homofobia e transfobia contra uma adolescente maranhense. […] A Bota Pó não é ‘um jovem fazendo papel de menina’, mas uma adolescente que está vivendo o seu gênero e sua sexualidade e pra isso exige respeito e liberdade. Sim, uma adolescente trans, protagonista da nossa juventude, que traz em sua vida e história uma mensagem política: a escola não pode ser lugar de exclusão”, disse a secretaria.

Em nota, Roberto Rocha diz que não teve intenção de ofender Bota Pó, e que sua crítica foi direcionada “única e exclusivamente ao Governo do Maranhão”. “Propagandas existem para influenciar pessoas. E não acho correto que o dinheiro público seja utilizado para influenciar crianças, mesmo que indiretamente, em relação a um assunto tão delicado e complexo”, declarou. Após a repercussão do caso, o senador retirou a postagem do ar.

Após o ocorrido, Bota Pó publicou uma nota pública de repúdio. “Foi desagradável tomar conhecimento da publicação no Instagram de um senador da República expondo a minha imagem de forma vexatória. […] Lamentável que um senador, de forma rasteira, utilize minha figura, com ataques pessoais, para fazer críticas a adversários políticos. O tempo dele seria melhor gasto e fazendo jus ao alto salário que o povo paga se ele estivesse dedicado a buscar soluções para os números alarmantes de brasileiros sofrendo com a fome, desemprego, gasolina e gás de cozinha caros e de pessoas em situação de rua”, escreveu.

Bota Pó na propaganda da Secretaria de Estado da Educação do Maranhão (Foto: Reprodução)

Entenda o caso

Neste mês, Bota Pó estreou uma campanha para a Secretaria de Estado da Educação do Maranhão (Seduc-MA). No vídeo, divulgado nos canais oficiais da secretaria, Bota apresenta a Plataforma Gonçalves Dias, criada para facilitar o aprendizado de estudantes do estado maranhense durante a pandemia.

Apesar da propaganda promover a inclusão e representatividade ao incluir Bota Pó, o senador Roberto Rocha (PSDB), que também é do Maranhão, não aprovou a escolha. Nas redes sociais, o político criticou a Seduc-MA.

“O governo do Maranhão, ao lançar a plataforma Gonçalves Dias de Educação, em vez de colocar como garoto propaganda um maranhense que tenha se destacado em alguma área, preferiu colocar um jovem homossexual assumido para fazer o papel de menina”, escreveu Rocha, aliado de Jair Bolsonaro, em seu perfil no Instagram.

No post, publicado na última terça-feira (26), o político afirmou que a peça era uma “apologia a homossexualidade”. “Agora, analisando friamente, para que isso? Qual a necessidade disso?” questionou Rocha. “Lamentável essa situação na qual passamos”, completou.

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)