GAY BLOG BR by SCRUFF

A Câmara de Araçatuba, no interior de São Paulo, colocará em pauta, no próximo dia 14 de março, um projeto de lei da vereadora trans Regininha (Avante) que institui o Dia Municipal da Luta Contra a Homofobia, Lesbofobia, Bifobia e Transfobia. O objetivo é que a data integre o calendário oficial de eventos da cidade todo dia 17 de maio.

O projeto prevê que os poderes Executivo e Legislativo deverão promover a divulgação do tema em seus canais oficiais para conscientizar a população sobre o tema, enfatizando o combate contra o preconceito. Já a data foi escolhida para fazer alusão a retirada da homossexualidade como doença dentro da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (CID) da Organização Mundial de Saúde, ocorrida no dia 17 de maio de 1990.

“Numa sociedade constituída por opressões, a população LGBTIQ+ é vítima constante de violências e privações de direito, que se manifestam através da homofobia, lesbofobia, bifobia e transfobia. O Brasil, nesse cenário, desempenha um triste papel, sendo o país que mais mata pessoas LGBTQIA+ no mundo, segundo a ONG Transgender Europe”, afirma a vereadora na justificativa de seu projeto.

Araçatuba votará lei que pretente criar o Dia da Luta Contra LGBTfobia
Reprodução

Sob este argumento, Regininha diz que é necessário “ter uma data oficial de combate às opressões que atingem diferamente esse público”. A sessão começará às 19h e, no mesmo dia, serão votados outros 13 projetos, que incluem homenagens, alterações em lei e homenagens aos profissionais de saúde.

Vale dizer que Regininha foi eleita com 861 votos válidos em 2020, sendo que antes de se candidatar ao cargo político, ela também já realizava um trabalho social contra a LGBTQfobia.

“Entramos para uma batalha cheia de tabus, pois, infelizmente, existem preconceitos. Mas o mais interessante é ter credibilidade com as pessoas. Não entraria na casa delas sem credibilidade, não receberia mantimentos, não votariam em mim se não confiassem no meu trabalho. Uso minhas redes sociais para fazer publicações, conheço as famílias e vejo o que estão precisando”, disse Regininha, na ocasião de sua vitória eleitoral, ao G1.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"