GAY BLOG BR by SCRUFF

Em entrevista ao podcast PodPah, na última terça-feira (5), a atriz Bruna Linzmeyer revelou que chegou a ser aconselhada a negar a sua orientação sexual quando veio a público. Apesar do fato, ela disse nunca ter cogitado essa hipótese.

Bruna Linzmeyer (Foto: Reprodução)

Durante a entrevista, a artista relembrou que ficou assustada com sua sexualidade sendo revelada em um jornal. “Foi em 2015, eu já estava há cinco anos na TV. E já namorava a Kitty [Féo], que foi minha primeira namorada, há uns bons meses. Aí, saiu no jornal. As pessoas que trabalhavam comigo cogitaram a negar”, contou.

“Eu disse: ‘não, isso não é uma possibilidade. Eu não estou cogitando negar. A partir de agora, a gente vai ter que lidar com o que vai acontecer. Se eu negar isso, vou me corroer por dentro’”, acrescentou a atriz.

Bruna também disse que, após ter sua sexualidade exposta, perdeu alguns trabalhos: “Aí foi muito esquisito no começo. A gente tinha umas publicidades marcadas para aquela semana e para a semana seguinte, e as coisas foram cancelando. [Diziam]; ‘Não vai mais acontecer e tal’”.

Bruna Linzmeyer atualmente vive Madaleine em “Pantanal” (Foto: Reprodução)

Com o passar do tempo, a atriz disse que começaram a chamá-la porque é “sapatão”. “Hoje em dia as pessoas me chamam porque eu sou sapatão também. Querem estar comigo porque eu tenho e tive essa coragem. E hoje em dia é mais tranquilo falar disso do que era naquela época”, afirma. “É quase um filtro: se você não quer trabalhar comigo por eu ser sapatão, talvez seja bom [pra mim]”, acrescentou Bruna.

A artista ainda disse que “existe uma pressão velada” e que muitas atrizes, mais velhas que ela, perderam trabalhos após revelarem a sexualidade. “Eu sinto que eu pude falar na época em que o mundo estava fazendo uma curva. Acho que fui uma das primeiras mulheres da minha geração a falar disso. […] Foi importante pra mim  e de uma forma coletiva, eu ter conseguido sustentar isso. Minha vida é mais potente desde que eu me assumi”, afirmou Bruna.

Bruna Linzmeyer namora a DJ e artista visual Marta Supernova (Foto: Reprodução)



Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)