GAY BLOG BR by SCRUFF

O ator Kadu Moliterno (69) concedeu uma entrevista a Patrícia Kogut, do Jornal O Globo, e explicou as razões pela qual seu filho gay, Kenui (25), mora nos Estados Unidos e fica receoso quando ele vem ao Brasil.

“Claro que eu me preocupo em qualquer lugar do undo, mas aqui ainda é muito forte o preconceito”, disse Moliterno.

“Ele defende a causa lá fora. Claro que eu me preocupo em qualquer lugar do mundo, mas aqui ainda é muito forte o preconceito. A gente tem um índice enorme de assassinato de pessoas LGBTQIA+. Sem contar que, nas vezes que ele veio, foi assaltado em arrastão e agredido. Então, tenho muito medo, mas ele é destemido. Por isso me preocupo. Só que filho é criado para o mundo, uma hora não dá mais para eu dizer ‘não faça isso’. Acho que, agora, depois dos últimos assaltos, ele está mais com o pé atrás, mais cuidadoso”, contou.

Kadu Moliterno explica por que prefere filho gay nos EUA
Reprodução

“Filho é criado para o mundo, uma hora não dá mais para eu dizer ‘não faça isso’. Acho que, agora, depois dos últimos assaltos, ele está mais com o pé atrás, mais cuidadoso”, disse.

Além de Kenui, Moliterno é pai de Lanai (28) e Kawai (30), sendo que ambos também moram nos Estados Unidos. “Eles moram em San Diego e Los Angeles, já são adultos e estão muito bem encaminhados. Isso é ótimo. A maior alegria para um pai é ver os filhos bem. Nesse tempo todo desde a pandemia, só vi o caçula, que é muito corajoso e conseguiu vir aqui mesmo com a situação difícil. Mas os outros dois estão para vir, um para o meu aniversário e o outro, no máximo, em julho”, disse o ator.

Moliterno completará 70 anos no próximo dia 20 de junho e também disse que adoraria voltar a atuar. “É só uma data. Não me sinto com essa idade e acho muito importante dizer isso. Eu tenho 52 anos de carreira, mas estou há três anos sem atuar e sem contrato com alguma emissora. A minha vontade é voltar. Quero deixar isso claro porque às vezes os autores podem pensar em mim e achar que eu já não estou mais querendo trabalhar. Mas eu quero”.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"