GAY BLOG BR by SCRUFF

Pesquisadores anunciaram na última terça-feira (15), durante a Conferência sobre Retrovírus e Infecções Oportunistas, que uma uma mulher de 64 anos, pode ser o terceiro caso no mundo de cura do HIV, vírus causador da Aids, após ter sido tratada com um novo método de transplante envolvendo sangue de cordão umbilical. A paciente, que fez o tratamento por ter leucemia, também recebeu sangue de um parente próximo. Com informações da revista Veja.

(Foto: Reprodução)

A mulher, que não teve sua identidade revelada, recebeu o diagnóstico em 2013 e ficou livre do HIV depois do transplante, realizado em agosto de 2017. De acordo com os pesquisadores, ela continuou fazendo o tratamento com antirretroviral por pouco mais de três anos. Um ano e dois meses depois de ter interrompido, seus exames não apontam sinais de HIV nem de anticorpos detectáveis para o vírus.

Além de ser um método de transplante novo, a paciente americana é a primeira mulher a se livrar do vírus. Ela, que também tinha leucemia, recebeu sangue do cordão umbilical para tratar o câncer. As células transplantadas apresentavam uma mutação que as tornam resistentes à infecção pelo HIV.

O procedimento deixou os pesquisadores otimistas, pois o sangue do cordão umbilical é mais disponível do que células-tronco adultas usadas em transplantes de medula óssea – método que curou os dois primeiros pacientes com HIV -, e doador e receptor não precisam ser perfeitamente compatíveis.

Em 2007, Timothy Brown, o “paciente de Berlim”, foi o primeiro caso de cura do HIV do mundo, após receber um transplante de células-tronco e o doador ter uma mutação genética que tornava as células resistentes à infecção pelo vírus. Já o outro caso de cura é do “paciente de Londres”, Adam Castillejo, que passou pelo mesmo procedimento em 2016 e, em 2019, estava curado.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)