Depois de aprender a biscoitar no Instagram, o ator espanhol Omar Ayuso (22), que ganhou notoriedade recentemente por interpretar o personagem Omar Shanaa na série Elite do Netflix, postou uma foto na rede social onde ele estava na webcam junto com um homem nu.

Foto: Reprodução

A imagem foi deletada pela rede social após alcançar mais de 330 mil likes, mas o print dela foi conseguido pelo canal Queerty. Em seguida, Omar Ayuso postou a mesma foto, porém sem a imagem da webcam na parte de baixo.

“O Instagram me censurou uma ode ao amor, mas não vai censurar uma ode a mim mesmo” -disse.

Vale dizer que na série, seu personagem é um gay dentro do armário, algo que não se reflete na vida real.

ELITE – NETFLIX

Élite (estilizado como É L I T Ǝ) é uma série de televisão espanhola que estreou em 5 de outubro de 2018 através da plataforma Netflix. A série foi produzida pela Zeta Producciones para a Netflix e foi criada por Carlos Montero e Darío Madrona. As três temporadas da série consistem em 8 episódios.

No enredo, três jovens amigos – Samuel (Itzan Escamilla), Nadia (Mina El Hammani) e Christian (Miguel Herrán) – recebem bolsas de estudo de uma construtora depois de um colapso sofrido na sua escola anterior devido a obras mal feitas. Sua nova escola é Las Encinas, um instituto de prestígio na Espanha, onde as pessoas de elite do país enviam seus filhos para estudar. No-las Encinas, os três conhecem os ricos irmãos Marina (María Pedraza) e Guzmán (Miguel Bernardeau), cujo pai controla a construtora culpada pelo colapso do telhado de sua antiga escola. A namorada casual de Guzman, Lu (Danna Paola), e o filho da diretora da escola, Ander (Arón Piper). O irmão de Samuel, recém-saído da prisão Nano (Jaime Lorente), e o irmão de Nadia, Omar (Omar Ayuso), logo se envolvem também no choque de estilos de vida, ressentimentos, inveja e atração sexual. Através de uma série de cenas de flash-forward, começando com a abertura do primeiro episódio, é mostrado ao público que as histórias que se desdobram de um choque de estilos de vida de alguma forma levaram a um assassinato. Essas cenas instantâneas, espalhadas pela narrativa principal, são da investigação policial inicial do crime e dos interrogatórios dos personagens principais, cujas respostas e evasivas destacam aspetos das histórias que levaram ao assassinato.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".