Em Salvador, mulheres transgênero, travestis e não binários poderão realizar suas consultas para fazerem o exame de próstata através do Sistema Único de Saúde (SUS). A iniciativa faz parte da campanha “Novembro Azul” e as informações vieram do G1.

GAY BLOG BR by SCRUFF

Na capital baiana, os Multicentros Carlos Gomes e Vale das Pedrinhas – unidades geridas pelo Instituto Saúde e Cidadania (ISAC) – estão comportas com equipes multidisciplinares completas para o atendimento integral da saúde do homem, inclusive, com médicos urologistas.

Informações apuradas pela Secretaria Municipal de Saúde apontam que cerca de cinco mil mulheres trans vivem na capital baiana, e elas também precisam se prevenir.

“O preconceito, a vergonha e o medo de ir até uma unidade de saúde também afetam a vida das mulheres trans, dos travestis e das pessoas não binárias. Por isso, é importante sensibilizar e incentivar esse público para a prática do auto-cuidado. Mesmo aquelas mulheres transgênero que já fizeram a cirurgia de adequação de gênero também devem seguir um plano de acompanhamento periódico para o exame da próstata”, explica Paula Souza, coordenadora de Assistência do Multicentro Carlos Gomes.

SUS de Salvador encoraja trans e não-binários para exame de próstata gratuitamente
Reprodução

O Ministério da Saúde recomenda que a partir dos 50 anos de idade é necessário fazer anualmente o exame de toque retal para detectar qualquer alteração na próstata. Aqueles que possuem histórico familiar da doença devem fazê-lo a partir dos 45 anos.

“O diagnóstico precoce aumenta em até 90% as chances de cura do paciente com câncer de próstata. Por isso, é necessário quebrar todo tipo de tabu e ter a consciência que o cuidado com a nossa saúde deve sempre ficar em primeiro lugar”, destaca Paula Souza.

O beneficiário SUS da capital baiana deve realizar o agendamento das consultas ou exames através de uma das 153 unidades básicas da rede municipal.

Vale lembrar que o Novembro Azul é, originalmente, o mês da conscientização sobre a saúde do homem cisgênero, em especial o câncer de próstata, sendo o mais frequente depois do câncer de pele.

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".