GAY BLOG BR by SCRUFF

A tradicional boate Aloka (anteriormente escrito com “C”, Aloca) que funcionou durante 22 anos de forma ininterrupta em São Paulo, vai reabrir assim que a quarentena for encerrada. Dessa vez, a balada vai ser comandada pelo DJ Fabio Lima e trará antigos funcionários para manter o clima que consagrou a casa noturna.

Conversando com o GAY BLOG BR, a hostess Are Reziak, que trabalhou na casa de 1999 até 2017, explica que estão fazendo reformas para que a balada retorne em grande estilo.

“Posso te dizer que a casa está ficando bem legal! A estrutura, por dentro, mudou algumas coisas. Atrás da pista irão fazer um fumódromo aberto.”

A Aloka também terá novos ares-condicionados, isolamento acústico e equipamentos de som. Por falar neles, Reziak diz que a casa irá ter festas com músicas dos anos 80, 90, 2000, pop e eletrônica.

Até o momento, foi confirmado que o DJ André Pomba vai comandar a festa Loucuras do Pomba, sendo o carro-chefe da Aloka que lotava as noites paulistanas. Também haverá apresentações da Drag Queen Silvetty Montilla na festa Grind.

Foto: Reprodução

FECHAMENTO EM 2017

Inaugurada em 1995, a casa noturna Aloka acabou se tornando um símbolo do movimento LGBT. Em 2017, a boate foi fechada porque, segundo o subprefeito da Sé, Eduardo Odloak, havia muitas reclamações dos vizinhos e que o clube “ignora princípios mínimos de civilidade”, segundo um artigo da revista Fórum.

Na ocasião, o clube fez uma postagem no Facebook agradecendo a solidariedade e, já na época, medidas estavam sendo tomadas para que o clube fosse reaberto.

“Gente estamos com nossa equipe trabalhando para reabrir em breve e com o ânimo das mensagens positivas que vocês estão mandando…obrigado pelo carinho …as adversidades serão superadas e faremos uma grande festa. É chato ver Aloca lacrada e também um ou outros fazendo piadinhas ….mas para nós, o foco são vocês que nos prestigia (sic) e fazem parte da nossa história. O resto são micro organismos necessários para a cadeia alimentar. Boa noite galera”

A boate Aloka é localizada na esquina da rua Frei Caneca com a Peixoto Gomide, na Consolação, em São Paulo.

É falsa a informação de que a The Week estaria à venda




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"

1 COMENTÁRIO