GAY BLOG BR by SCRUFF

Você certamente já o viu por aí. Marcelo Debian, ou Marcelão, como a equipe do Inside Porn costuma chamá-lo por aqui, é um dos caras mais simpáticos e originais do TwitterPrestes a completar 30 anos, esse mineirinho não tem nada de “come quieto”. Pelo contrário, ele colocou a cara a tapa na internet e hoje colhe os frutos do trabalho no pornô solo, muito embora ele nunca tenha estrelado uma cena profissional – pelo menos, não ainda. Na verdade, Marcelo lançou recentemente seu próprio site

O mineiro gosta de postar nas redes sociais a rotina de um garoto rústico do campo e suas experiências sexuais. E para quem pensa o contrário, ele diz que é o tipo para casar! E confessou que vai se aposentar do entretenimento adulto um dia e voltar para “a vida tranquila do campo”.

Em entrevista ao jornalista Elton Pacheco, o agroboy conta como tem lidado com a quarentena durante a pandemia causada pelo coronavírus.

Marcelo Debian: “Não fui atraído pelo mercado pornô profissional”
Marcelo Debian: “Não fui atraído pelo mercado pornô profissional” – Reprodução

Com quase 300 mil seguidores no Twitter, você pensa em tentar o mercado internacional ou filmar para produtoras conhecidas aqui?

Eu, na verdade, já estive fora do Brasil, mas até o momento não fui atraído pelo mercado do pornô profissional. Eu gosto mesmo é de trabalhar com o grande público atendendo meus clientes e absorvendo muito dessa troca. Pretendo trabalhar mais um pouco dessa forma e após me aposentar voltar para minha vida tranquila no campo.

Já pensa em se aposentar?

Sou do campo, uai. Risos.

Marcelo Debian: “Não fui atraído pelo mercado pornô profissional” - Reprodução
Marcelo Debian: “Não fui atraído pelo mercado pornô profissional” – Reprodução

Como está sendo esse período de pandemia para você?

A quarentena tem sido tranquila. Tenho passado o isolamento no meu sítio no interior com minha família. Para passar o tempo, tenho cuidado dos animais e das plantações. Os exercícios físicos eu faço corrida ao ar livre, somente.

O que mais te atrai em um cliente ou ator?

O que mais me atrai, para falar sexualmente, é complicado, tendo em vista que trabalho com sexo, e já trabalho com isso, então acabo praticando todas as formas e posições sexuais dia após dia. Então, na vida pessoal curto pessoas sinceras, humildes e que conseguem ver os outros além da aparência física.

Marcelo Debian: “Não fui atraído pelo mercado pornô profissional” - Reprodução
Marcelo Debian: “Não fui atraído pelo mercado pornô profissional” – Reprodução

E o que acha que os fãs veem em você?

Acho que o que mais me atrai nos meus “fãs” é que eu não faço tipo, sou eu mesmo o tempo inteiro e trato as pessoas com o respeito que gosto de receber. Quando eles conhecem a pessoa que há por trás do garoto de programa, acaba gerando uma empatia e carinho.

Marcelo Debian: “Não fui atraído pelo mercado pornô profissional” - Reprodução
Marcelo Debian: “Não fui atraído pelo mercado pornô profissional” – Reprodução

O pornô ajuda a gente a aliviar a tensão nesse período de pandemia?

Acho que sim. Há uma grande importância no trabalho pornô, creio. Porque, teoricamente, as pessoas não estão saindo de casa, nem transando, então é um ótimo entretenimento para quem está em casa. 

Como tem dado sequência ao trabalho?

Tenho feito promoções no meu novo perfil no Onlyfans. Por enquanto, os programas estão suspensos. 

Marcelo Debian: “Não fui atraído pelo mercado pornô profissional” - Reprodução
Marcelo Debian: “Não fui atraído pelo mercado pornô profissional” – Reprodução

Marcelão nas redes
Twitter: @Mdebian1
Site: onnowplay.com/marcelodebian
Onlyfans: /mdebian1

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.