GAY BLOG BR by SCRUFF

Uma pesquisa encomendada pela Orbitz, nos Estados Unidos, em maio de 2021, revelou que 58% dos viajantes LGBTQIA+ americanos investem mais tempo em pesquisas sobre destinos e acomodação do que viajantes heterossexuais. Isso porque o turismo LGBTQIA+, além de pensar em roteiros e atrações, precisa considerar também a segurança, o respeito e a inclusão.

Nesse contexto que a travel tech MaxMilhas lançou o “Guia LGBTQIAP+: Uma Cartilha Sobre Respeito, Diversidade e Inclusão”, explorando os melhores destinos LGBT+friendly no Brasil e no exterior, alguns comportamentos que devem ser abolidos, e dicas sobre o que o mercado de turismo pode fazer para atender o viajante desta comunidade. Aqueles que querem ler podem conferir no site oficial da plataforma.

A causa faz parte das bandeiras afirmativas da MaxMilhas, que sempre apoiou o desenvolvimento de iniciativas contra o preconceito e em reforço da diferença. A travel tech foi patrocinadora da Parada do Orgulho LGBT, em São Paulo, em 2019, e se posicionou contra o PL504, que propunha proibir a representatividade LGBTQIA+ na publicidade, em abril deste ano.

MaxMilhas lança guia com boas práticas no turismo LGBTQIA+
MaxMilhas lança guia com boas práticas no turismo LGBTQIA+

Turismo LGBT: Dicas e sugestões de destinos onde somos bem-vindos

O turismo LGBT+ é um dos setores com o maior potencial de mercado. Não é à toa que existem no mundo inteiro acomodações, passeios e cruzeiros voltados exclusivamente para a comunidade gay. Para esclarecer todas as dúvidas de viajantes LGBT, o Scruff Responde procurou o consultor de turismo Marcelo Michieletto, da agência de viagens Viaje Entre Iguais.

Como posso saber se um hotel é gay friendly no Brasil?

Infelizmente não há uma certificação no Brasil que garanta que o hotel seja realmente gay friendly. Nós consideramos um hotel gay friendly aquele que tem uma política interna da diversidade, que tenha um programa de inclusão de funcionários LGBTQI+. São poucos que realmente têm. Outros superficialmente têm políticas comerciais a favor da diversidade, mas nenhum programa interno. As grandes cadeias americanas como Marriott, Hilton, Hyatt, todos possuem essa política interna. Uma maneira de saber é entrando no site da Câmara de Comércio e Turismo LGBT do Brasil e ver quais são os hotéis associados. Outro site é da IGLTA, que é a associação internacional de Turismo LGBT. Uma outra alternativa é comprar de uma agência especializada como a Viaje entre Iguais, que faz toda uma curadoria de hotéis e fornecedores.

Há muitas acomodações para gays no Brasil? Em quais cidades elas estão?

Especificamente para gays há poucas, mas há muitas gay friendly. Pousadas que podem se identificar como gay têm duas no litoral de São Paulo, uma no interior do Estado de SP, e uma na praia de Pipa (RN).

A África do Sul é um destino seguro para viajantes LGBT?

A África do Sul é um país que os LGBT lutaram muito por seus direitos. De um modo geral é sim um país seguro, principalmente na Cidade do Cabo, rota dos vinhos, rota dos jardins e nos safaris. Não aconselho Joanesburgo.

Existe hostel só para gays na Europa? Vou viajar como mochileiro e gostaria de ficar em um hostel gay.

A maioria dos hostels na Europa são gay friendly, principalmente Espanha, França, Holanda, Grã Bretanha, Bruxelas, Alemanha. Hostels gays mesmos conheço cinco, que são: Gay Hostel Berlim, My Gay Hostel também em Berlim, Gay Hostel Puerta Del Sol em Madrid, SoHostel em Londres, Kipps Brighton em Brighton (Reino Unido).

Se eu for vítima de homofobia em um hotel, com quem posso reclamar? Onde devo registrar uma queixa?

Primeiramente é importante procurar informação se o destino onde irá tem leis contra homo ou transfobia. A entidade para reclamar são as delegacias de cada destino, por isso é importante a pesquisa ou consultoria de uma agência especializada.

SCRUFF VENTURE

Uma das ferramentais mais legais do app SCRUFF é Venture, especialmente desenvolvida para obter recomendações e fazer amigos durante a viagem. O SCRUFF Venture facilita fazer contatinhos e crushes antes e durante a viagem. Mais de 500 destinos (e contanto!) estão disponíveis.

Para visualizar uma cidade de destino, é só percorrer ou pesquisar a lista de destinos na página principal no SCRUFF Venture. O ícone fica bem ao centro da barra inferior (está destacado em vermelho na imagem acima). É possível ver os membros estão planejando viagens para cada cidade, bem como quais eventos estão acontecendo em todo o mundo.

Os ícones de avião, calendário e sinal de cada destino indicam, respectivamente:

Ao clicar no destino desejado, é possível ver informações adicionais, como quem está online na cidade, quem está visitando agora e quem estará visitando em breve e quem se ofereceu para ser um embaixador da sua cidade, quem são os embaixadores (membros que se comprometeram a fornecer dicas e recomendações), quais eventos estarão rolando (e quem confirmou presença) e quais acomodações do AirbnbMisterBnb e VRBO dos membros do SCRUFF estão disponíveis.

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"