Homens héteros estão mais satisfeitos com ‘bromances’ do que seus relacionamentos românticos, diz o estudo

De acordo com um novo estudo publicado em "Men and Masculinities" os bromances se tornaram socialmente aceitáveis e podem prejudicar a relação com mulheres

Os homens heterossexuais têm maior satisfação emocional com bromances do que com relacionamentos românticos com mulheres, de acordo com um novo estudo publicado em Men and Masculinities.

Bromances
Fonte: Live Science

As amizades íntimas entre ‘broders’ se tornaram mais aceitáveis socialmente ​​nos últimos anos, diz os estudiosos. Mas eles advertem que essa mudança pode levar a laços mais fracos com suas parceiras românticas.

Bromances
Bromance na academia (reprodução Youtube)

O conceito de bromance não é novo. George Washington escreveu cartas interessantes para outros homens e Abraham Lincoln compartilhou uma cama com um amigo por vários anos. Mas a amizade entre “brothers” se tornou tabu na segunda metade do século 20, segundo os pesquisadores da Universidade de Winchester (Inglaterra), devido ao aumento dos sentimentos homofóbicos e à mudança dos ideais do que a masculinidade devia ter.

Nos últimos anos, porém, os bromances se tornaram legais novamente, graças, em parte, a exemplos de celebridades de alto escalão, como o bromance dos ex-presidentes Obama-Biden.

bromances
Fonte: Macroverses

Para descobrir o quanto importavam os bromances, 30 homens heterossexuais universitários que já estavam em um relacionamento foram alvo do estudo. Os pesquisadores descobriram que cada um deles relatou ter pelo menos um amigo “bromante” – com quem eles se envolvem em comportamentos “sem limite”, como compartilhar segredos, expressar amor ou dormir na mesma cama. 29 dos 30 homens disseram já ter dormido na mesma cama com seu parceiro bromante.

Em geral, os alunos relataram sentir menos julgados por seus amigos do sexo masculino  do que por suas namoradas. Nas palavras de um participante: “Tim sabe que eu amo ouvir Taylor Swift e Beyoncé, mas não ouço perto da minha namorada porque ela me julgaria. Sinto que tenho que ser mais viril com ela”.

No estudo, os héteros também disseram que era mais fácil superar os conflitos e compartilhar suas emoções (por exemplo, quando o avô morre) com seus amigos. 28 dos 30 entrevistados disseram que prefeririam discutir questões pessoais com um bromance do que um romance. “Se eu encontrasse um nódulo no meu testículo, eu falaria com o meu bromante ao invés de minha namorada”, disse um entrevistado.

Quando solicitado a descrever a diferença entre um bromance e um romance, um homem observou que existem três fatores a serem considerados: atração sexual, conexão emocional e personalidade. “Um bromance precisa dos dois últimos”, ele observou, enquanto um romance precisa de dois, incluindo o sexo.

“Houve uma determinação conclusiva dos homens que entrevistamos”, escreveram os autores da pesquisa. Eles argumentaram que as relações bromativas eram mais satisfatórias em sua intimidade emocional, em comparação com seus romances heterossexuais.

O fato de que os homens estão finalmente ficando confortáveis é um progressivo, dizem os autores, e eles sugerem que os homens podem se beneficiar muito das amizades de longo prazo e do mesmo sexo – especialmente se não estiverem confortáveis ​​em ser emocionalmente íntimos com as mulheres.

Todavia, o estudo também expressa preocupação com as relações tradicionais entre homens e mulheres, dizendo que “o aumento dos bromistas pode não ser totalmente libertador e socialmente positivo para as mulheres”. Os homens do estudo às vezes se referiam a suas namoradas usando linguagem sexista ou desdenhosa, demonstraram uma mentalidade de “nós” e “elas” – que sugeria lealdade aos seus “bros”. Os autores sugerem mesmo que essas normas culturais em mudança poderiam ter implicações para onde e como os homens optam por viver – optando por se mudar com um amigo em vez de uma namorada, por exemplo. Ou atrasando ou interrompendo os relacionamentos que eventualmente poderiam levar ao casamento e ao iniciar uma família. “Os amantes são temporários”, disse um participante do estudo durante sua entrevista. “Um bromance pode durar toda a vida”.

bromances
Os protagonistas de Suits

Com informações da Revista Time