Linn da Quebrada se apresenta em São Paulo no dia 4 de abril @ Casa Natura

Duas importantes referências da música brasileira contemporânea dividem a mesma noite na quinta-feira, 04 de abril

Na quinta, 4 de abril, às 21h30, a Casa Natura Musical apresenta a segunda edição 2019 do Projeto Frequências, com os shows de Linn da Quebrada e Mc Tha. O Frequências, projeto de grande sucesso na Casa Natura Musical, promove o encontro de artistas que admiram o trabalho um do outro, jovens talentos que tenham algum tipo de interlocução entre si, mesmo atuando em cenas diferentes.
linn da quebrada
Linn da Quebrada
Neste show na Casa Natura Musical, Linn apresenta o repertório do seu primeiro álbum, Pajubá (2017), acompanhada por BadSista (DJ e produtora musical), Jup do Bairro (cantora), Pininga (DJ) e Dominique Vieira (percussão). No roteiro, letras marcantes e melodias inusitadas, como TalentoBixa PretaTomaraBixa Travesty Mulher. Em 2016, Linn, artista multimídia, encontrou na música mais um espaço de luta pela quebra de paradigmas sexuais, de gênero e corpo. O primeiro single, Enviadescer, causou barulho por sua letra direta e um videoclipe que colocava travestis e corpos feminilizados em posição de destaque. Este seria o principal conceito transmitido por Linn ao longo das próximas músicas divulgadas, como Talento e Bixa Preta. Em 2017, a artista assumiu mais uma linguagem artística lançando blasFêmea, seu primeiro experimento audiovisual, cujos roteiro e direção também são dela. E não parou por aí. Na mesma semana, Linn abriu uma campanha de financiamento coletivo para a produção de Pajubá, que teve sua meta total extrapolada. Atualmente em tour com o álbum, dentro e fora do Brasil, Linn vem se destacando também no cinema nacional, onde apareceu duas vezes em 2017: no longa Corpo Elétrico, de Marcelo Caetano, e no documentário Meu Corpo é Político, de Alice Riff. A atriz também protagonizou a mais recente campanha da marca Absolut (single, videoclipe e mural urbano Absolutas) e foi indicada como Artista Revelação no prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) de 2017.
Mc Tha
Com uma bagagem cheia de referências musicais, principalmente brasileiras, MC Tha dialoga entre a música popular e o funk, fazendo música a sua maneira. Com 25 anos, nasceu e foi criada em Cidade Tiradentes, extremo leste de São Paulo, primeiro bairro da Capital a receber e organizar o funk vindo do Rio e da Baixada Santista, em meados dos anos 2000. Num universo dominado pela figura masculina, iniciou a sua jornada como MC aos 15 anos de idade, por influência de amigos, sendo a primeira mulher de seu bairro a compor e cantar nos bailes funk. Seus temas sempre foram diversos, como são até hoje: A Revolta da FielToda SuaA Fúria da CTQuando Bate Uma Lembrança, entre outros. Aos 18 anos, ao ingressar numa faculdade e passar a trabalhar com projeto social e cultural, os planos de cantora são deixados de lado e só são reanimados em 2014, com o single e clipe de Olha Quem Chegou, produzido pelo Jaloo. Em 2015 lança Pra Você, produzido pelo DJ Tide em parceria com o seloFunk na Caixa. Em 2017, arrisca lançar clipe para a faixa Bonde da Pantera, produzida por Omulu e King Doudou, lançada pelo selo Alemão Man Recordings, em 2016. O relançamento da música, dessa vez com clipe, afirma de vez seu lugar na cena pop alternativa atual. Em 2018, lançou mais um single Valente, produzido por Pedrowl, um dos seus maiores sucessos, cujo clipe beira as 400 mil visualizações no YouTube. Ainda em 2018, foi ao ar Céu Azul, faixa composta por Tha que faz parte do álbum ft, de Jaloo. Em dezembro de 2018, é lançado o EP Versões, que encerra um ciclo e celebra os quatro singles já lançados, essenciais e certeiros para o desenvolvimento da MC Tha: Olha Quem ChegouPra VocêBonde da Pantera Valente.
Despojado e sem pretensão nenhuma de ser o que não é, o EP traz versões voz e violão desenvolvidas pelo produtor e diretor musical Pedrowl, acompanhadas do material audiovisual criado pelo selo OBaile. A música Rito de Passá encerra, comemora e inicia ciclos. É ritual diário e nos ensina a viver o hoje. As dores, as alegrias, as inseguranças, a espera. É um levantar de bandeiras brancas para a nossa própria guerra interna. Rito de Passá são os Orixás, em cada canto da natureza, auxiliando com suas vibrações em cada fase, em cada tempo. É a analogia deles. Rito de Passá é o grito de liberdade dos excluídos socialmente por suas crenças. É afirmação. Composta por MC Tha, produzida por DJ Tide, com clipe dirigido por Rodrigo de Carvalho, a música dá nome e abre caminhos para o álbum de dez faixas que será lançado em breve. As cenas documentais foram captadas em um dia de ritual externo do terreiro de Umbanda Caboclo das 7 Pedreiras, na Zona Leste de São Paulo.
SERVIÇO:
Mc Tha e Linn da Quebrada
Projeto Frequências: dois shows na mesma noite, um só ingresso
Quando: quinta, 4 de abril, às 22h
Abertura da Casa: 20h30
Ingressos:
Meia-entrada para todos os lotes e setores.
Pista: R$ 40 (lote 1), R$ 50 (lote 2) e R$ 60 (lote 3)
Bistrô Superior: R$ 100
Camarote: R$ 100
Lotação para este show: 710 lugares
Classificação etária: 12 anos (menor de 12 acompanhado pelos pais ou responsáveis)
Casa Natura Musical
Rua Artur de Azevedo, 2134, Pinheiros, São Paulo, tel: (011) 3031-4143
Ingressos sem taxa de conveniência na bilheteria da Casa
Ingressos podem ser pagos com dinheiro, cartões de crédito e débito
Horário da bilheteria: de terça a sábado, das 12h às 20h. Segundas e domingos, quando houver show. Em dias de espetáculo, a bilheteria fecha mais tarde, até uma hora após o início da apresentação.
Venda de ingressos: www.casanaturamusical.com.br
Venda para pessoas com deficiência: 4003-6860
Estacionamento conveniado: R$ 20 (Car Park, Rua Cunha Gago, 83, entrada pela rua Artur de Azevedo, ao lado da Casa)
Projeto Frequências
As primeiras edições do projeto reuniram o vocalista da banda BaianaSystem Russo Passapusso e o rapper paulista Rico Dalasam, o cantor paraense Jaloo e a banda Aeromoças e Tenistas Russas, os cantores Tássia Reis e Baco Exu do Blues, o cantor Siba e a banda Eddie, a dupla Craca e Dani Nega com o coletivo Ilú Obá de MinMariana Aydar e Mestrinho e, já em 2019, Luedji Luna e Giovani Cidreira.
Abril tem shows imperdíveis na Casa Natura Musical
Ao longo de todo o mês de abril, a Casa Natura Musical apresenta uma programação com grandes shows, todos já com ingressos à venda, como Linn da Quebrada e Mc Tha (4 de abril), O Teatro Mágico, com Fernando Anitelli (5 de abril), Rogério Flausino e Wilson Sideral cantamCazuza (11 de abril), Arnaldo Antunes no show Rstuvxz (26 de abril) e Rincon Sapiência (27 de abril), entre outros.
Casa Natura Musical
Inaugurada em maio de 2017, a Casa Natura Musical celebra o fato de ter entrado para o mapa cultural de São Paulo como uma das mais charmosas e aconchegantes casas de shows do país, eleita como a melhor casa de shows de grande porte de São Paulo (O Estado de S. Paulo, em 5/10/18) e o Melhor Espaço Para Shows (Blog do Arcanjo / UOL, em 2/01/19). Com total visibilidade de qualquer ponto da plateia, a Casa oferece uma combinação de conforto e qualidade musical, configurando o palco ideal para abrigar nomes consagrados, novos talentos e projetos desenhados a muitas mãos. O acesso por transporte público é fácil, pois a Casa está localizada na esquina da rua Artur de Azevedo com a rua dos Pinheiros, entre as estações Fradique Coutinho e Faria Lima do metrô, próxima a linhas de ônibus e ciclovias. O empreendimento soma as credibilidades dos empresários Paulinho Rosa, dono do Canto da Ema, e Edgard Radesca, fundador do Bourbon Street Music Club, à cantora e compositora Vanessa da Mata. Formaram assim a VIVÁ Cultural, empresa proprietária e realizadora do projeto. O patrocínio é da Natura, empresa que há 12 anos destaca-se pela atuação na valorização da produção contemporânea e da identidade musical brasileira por meio do Natura Musical. Uma novidade da casa, inspirada nas lojinhas de museu, é o espaço de experimentação de produtos Natura, com balcões de maquiagem e perfumaria e consultoria especializada.

1 COMENTÁRIO