GAY BLOG BR by SCRUFF

O repórter investigativo da TV Globo de Brasília Gabriel Luiz (29), que foi vítima de uma tentativa de latrocínio no dia 14 de abril, se pronunciou no Twitter nessa sexta-feira, dia 29 de abril, agradecendo os desejos de melhoras.

“Oi, pessoal! Aqui é o próprio Gabriel. Queria agradecer o carinho, a torcida e as orações de todo mundo. Vocês não imaginam o tanto que isso faz a diferença! E fico sem palavras com tanto de gente que me quer bem.

Cada dia no hospital tem sido um desafio diferente. Há dias de batalha e de descanso. Estou nas mãos dos melhores e, com base no que os médicos me relatam, estou confiante de que a minha saída tá agora bem mais perto do que longe.

Nos últimos dias, tenho tido uns picos fortes de febre, com calafrio. É o corpo reagindo! E pra ser acompanhado mais de perto e mais rápido, a decisão foi a de voltar temporariamente pra UTI. Devo retornar pro quarto normal em breve, mas só quando acharem que tá sob controle.

E por aqui, tenho voltado pouco a pouco pra rotina de antes. Andando sozinho normalmente, lendo, cantando, jogando dominó e caprichando nos trocadilhos ruins. E meu foco de hoje é a janta: pizza margherita. Quer coisa melhor? Obrigado a todos. E nos vemos em breve! Estou de alta da UTI e voltando para o quarto já já! Só notícia boa”, diz a mensagem dele em vários tweets do microblog.

Ainda no hospital, jornalista Gabriel Luiz agradece o carinho: "Fico sem palavras com tanto de gente que me quer bem"
Reprodução

Gabriel Luiz foi esfaqueado às 23h15 do dia 14 de abril por dois homens quando voltava para casa depois de passar a noite em um bar na região Sudoeste. As perfurações atingiram o pescoço, abdômen, tórax, perna, estômago, pulmão, pâncreas, diafragma, braço e pulso. Com o episódio, ele ficou internado em uma UTI e, no dia 19 de abril, recebeu alta e foi para o quarto.

No dia 25, o próprio repórter deu um depoimento no Hospital de Brasília. Segundo o delegado Petter Ranqueta: “Ele recorda que esses dois elementos teriam se aproximado dele e que ambos teriam, antes de qualquer agressão, teriam mencionado ‘acabou’ ou ‘perdeu’. Gabriel não recorda exatamente qual palavra foi e que no momento seguinte, logo depois, começaram as agressões com faca”.

Os principais suspeitos da tentativa de latrocínio são José Felipe Tunholi, de 19 anos, e um adolescente de 17. Os dois foram detidos entre o fim da tarde e o início da noite do dia 15 de abril.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"