Após 15 anos, pai de Gil do BBB21 reaparece: “Tenho orgulho quando o vejo pela TV”

O pai disse que nunca teve preconceitos com a homossexualidade do filho

O pai de Gil do Vigor, que não fala com seu filho há quinze anos, resolveu aparecer após seu filho dizer na casa do BBB21: “Se eu ganhar a liderança, quero uma foto do meu pai. Não tenho uma foto com ele, mas gostaria de vê-lo”. Gil não ganhou a liderança, mas o pai de Gil aproveitou a oportunidade para se manifestar. As informações são do Extra.

O pai, que também se chama Gilberto, saiu de casa quando seu filho tinha apenas quatro anos e nunca mais voltou. Aparentemente, o casamento dele com a mãe, dona Jacira Santana, era muito “turbulento”.

Os anos se passaram e ambos foram perdendo contato, sendo que o pai não o considerava “tão preto” para ser filho dele. O confiado do BBB21, hoje com 29 anos, não encontra o pai, de 61, há pelo menos quinze anos. O último contato foi quando o Gil (filho) o convidou para um concurso de modelos que iria participar, mas o pai disse que não iria, pois tinha vergonha.

No entanto, Gilberto (pai) se demonstra arrependido de seu passado e diz que torce muito para que ele ganhe o reality show.

Reprodução

“Tenho muito orgulho de quem ele é quando o vejo pela TV. Meu filho está realizando um sonho, é um batalhador mesmo, estudioso, chegou longe onde ninguém podia imaginar”, diz.

Gilberto chegou a ter um segundo casamento e teve um outro filho, mas hoje em dia vive sozinho, em uma casa modesta em que paga aluguel. Ele está desempregado desde que foi demitido do seu trabalho como porteiro após dezesseis anos. Hoje em dia, vive de “bico”.

“Estou desempregado faz um tempo, e faço um bico aqui, outro ali porque tenho que pagar o aluguel. mas hoje moro sozinho. Eu e Deus”, conforma-se.

Gilberto (pai) contou ao Extra que a relação com o filho é “ótima”, mas o próprio Gil disse na casa que não é bem assim. Segundo o pai, o dom de Gil para números é uma herança genética: “Sempre fui bom de matemática, mas não cheguei a concluir os estudos, não deu…Parei no segundo ano de Contabilidade”. 

O pai de Gil também é dependente químico, mas disse que largou o vício em crack, mas não abriu mão das bebidas alcoólicas: “Não vou mentir. Ainda bebo de vez em quando”. 

Gilberto pai garante que não perde um dia do BBB21: “Eu fiquei surpreso com ele. Mas não tenho preconceito do meu filho ser gay, não. Acho que isso ficou mais na cabeça dele do que na minha”. 

Mesmo torcendo para que seu filho ganhe o programa, Gilberto pai diz que o prêmio é o de menos. “Só quero poder dar um abraço apertado nele…”, diz o ex-porteiro – “E dizer que amo muito ele. Nunca disse isso ao meu filho”.

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF (Google Play ou App Store) está disponibilizando gratuitamente a versão PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".

NO COMMENTS