GAY BLOG BR by SCRUFF

O “humorista” Carlos Alberto da Silva (42), mais conhecido como Carlinhos Mendigo, que disse em julho de 2020 que preferia ser órfão a ter um pai transgênero, teve a prisão decretada pela Justiça paulista por dever mais de R$ 90 mil de pensão alimentícia ao filho de 11 anos que mora com a empresária Aline Hauck (31). As informações são do G1.

A decisão foi da juíza Luciana Simon de Paula Leite, da 5ª Vara da Família e Sucessões do Foro Regional 1 de Santana, na Zona Norte da capital paulista. O mandado de prisão contra Carlinhos Mendigo só chegou à Divisão de Capturas da polícia de São Paulo no dia 9 de fevereiro. Desde então, policiais civis foram ao endereço onde ele estaria morando, mas não o encontraram. O “humorista” já havia se mudado do apartamento onde residia no Morumbi.

O mandado de prisão temporária de 30 dias deverá ser cumprido até 2025. Equipes policiais continuam nas ruas de São Paulo procurando outros locais onde Carlinhos Mendigo possa estar. Por esse motivo, a Divisão de Capturas de São Paulo acionou a Polícia Civil na Bahia para que ajude nas buscas para localizar e prender o humorista. O artista já teria ficado numa residência na capital baiana, de acordo com policiais e pode ter voltado para lá.

Após dizer que preferia ser órfão a ter pai trans, Carlinhos Mendigo tem prisão decretada por falta de pensão
Reprodução

Vale lembrar que em junho de 2021, a juíza Cecília Pinheiro da Fonseca, da 3ª Vara Criminal da Barra Funda, em São Paulo, aceitou uma denúncia do Ministério Público contra Carlinhos Mendigo sobre o já citado episódio em que ele publicou no Instagram que preferia ser órgão a ter um pai transgênero, fazendo referência ao Thammy Miranda, que na época foi contratado para uma campanha de Dia dos Pais.

A denúncia foi feita pelo suplente de deputado estadual e ativista LGBTI+, Agripino Magalhães, em 2020, na 2ª Delegacia de Polícia de Repressão aos Crimes Raciais e de Delitos de Intolerância (DECRAD), em São Paulo. Quem conduziu as investigações foi a delegada Daniela Branco e ela quem indiciou o Mendigo ao Ministério Público, que por sua vez, encaminhou a acusação à Justiça.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"