GAY BLOG BR by SCRUFF

Este artigo também está disponível em: Español

O ator mexicano Polo Morín (31) concedeu uma entrevista a Attitude e comentou sobre o episódio ocorrido em 2014 quando um hacker o ameaçou de vazar um vídeo dele se masturbando, a menos que o ator pagasse. A princípio, Morin pensou que se tratava de uma farsa, mas o criminoso vazou as imagens.

“Eu estava não deprimido que não havia nada que eu pudesse fazer”, disse Morin. “Não havia nenhum lei que me protegesse”. Na ocasião, Morín ainda não tinha “saído do armário”, e dois anos depois ele foi hackeado novamente, mas dessa vez no e-mail, e estes incluíam fotos do seu então namorado.

“Era apenas um monte de fotos nossas viajando. Estávamos na Espanha, eles hackearam meus e-mails e pegaram as fotos, e depois invadiram minha conta do Facebook e publicaram como se eu estivesse me assumindo. Honestamente, eu não estava pronto”, comentou.

Ator mexicano Polo Morín fala sobre vazamento de vídeo íntimo e "saída do armário"
Reprodução

As imagens tinham ele com o também ator Lambda García. Após as publicações, Polo acabou confirmando sua homossexualidade, e disse na época: “isso nunca foi sobre esconder coisa de vocês. Existem partes da minha vida pessoal que eu acho que deveriam permanecer no particular. Então, eu queria manter assim”.

Após a revelação, ele perdeu cerca de 100 mil seguidores em suas redes sociais. “Fiquei um pouco magoado, mas ao mesmo tempo eu sabia que isso ia acontecer, pois a América Latina ainda é muito homofóbica em muitos sentidos. Até hoje recebo alguns comentários como ‘o Polo Morín teria sido um grande astro caso não tivesse se assumido’ “. 

Além disso, passaram a oferecer vários papeis de personagens gays caricatos, algo que ele considera desrespeitoso. Apesar disso, ele alcançou sucesso no mundo inteiro com a série “Who Killed Sara?”, onde ele interpreta um personagem gay, mas segundo ele, este caso é diferente.

“Eles [a produção] não me veem como o ‘ator gay’. Eles me veem como um ator que por acaso é gay, mas não se importam com isso”, disse.




Este artigo também está disponível em: Español

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"