Os atores da série pioneira em abordar o universo LGBT na TV norte-americana, Queer as Folk, vão se reunir em um evento beneficente virtual para ajudar pessoas da comunidade afetadas pela pandemia nos EUA.

O evento será no dia 1 de maio e será transmitido ao vivo. Já o dinheiro arrecadado irá para o CenterLink, instituição que reúne vários centros comunitários LGBT. Nessa época da pandemia do coronavírus, a instituição tem focado suas atenções para pessoas em situação de vulnerabilidade, como idosos, sem teto e outros grupos de risco.

Já os atores que farão parte do evento são Scott Lowell, Sharon Gless, Peter Paige, Michelle Clunie, Hal Sparks, Randy Harrison e Robert Gant. Os autores da série, Ron Cowen e Dan Lipman, também estarão presentes. Relíquias do seriado também serão leiloadas.

Queer as Folk foi a primeira série da TV norte americana a abordar o universo LGBT e até hoje é uma das mais populares. Foto: Reprodução
Queer as Folk foi a primeira série da TV norte americana a abordar o universo LGBT e até hoje é uma das mais populares. Foto: Reprodução

QUEER AS FOLK 

A versão que conhecemos é uma produção canadense e norte americana iniciada no ano 2000 e finalizada em 2005, sendo adaptação da série de mesmo nome surgida na Inglaterra em 1999.

A série procura retratar o universo LGBT, em especial dos homens gays, e seus diversos segmentos, como o menino jovem gay que se apaixona; o outro que só quer sexo sem compromisso; o afeminado e também um casal de lésbicas.

Sendo um marco na luta dos direitos LGBTs, Queer as Folk também abordou diversos assuntos que até hoje são polêmicos, como uso recreativo de drogas e muitas vezes abuso, casamento gay, adoção por casais homoafetivos, prostituição, uso de anabolizantes, HIV, discriminação no ambiente de trabalho devido a orientação sexual e até homossexualidade entre os padres da igreja católica.

A orientação sexual dos próprios atores também foi alvo de muita especulação do público, mas ao longo dos anos vários deles comunicaram em entrevista.Sabe-se que Randy Harrison (que interpreta Justin), Robert Gant (Ben) e Peter Paige (Emmet) são gays, enquanto Hal Sparks (Michael) é hétero.  Entre as mulheres, Thea Gill (Lindsay) se declarou bissexual, enquanto Sharon Gless (Debbie) disse ser hétero.

No Brasil foi transmitida pelo canal a cabo Cinemax e era chamada de “Os Assumidos“.

Tese de mestrado da UNESP se baseia nas cinco temporadas do seriado ‘Queer as Folk’

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".