GAY BLOG BR by SCRUFF

This article is also available in: English Español

Um astro pornô brasileiro será expulso da Austrália após postar ilegalmente vídeos de si mesmo fazendo sexo com seu parceiro online, diz o jornal Daily Mail.

Fabrício da Silva Claudino, 32, foi preso em fevereiro depois de compartilhar um filme pornô de vingança de seu ex-amante no site OnlyFans. Ele caiu em prantos no Tribunal Local Central na quinta-feira, quando foi sentenciado a 11 meses atrás das grades, com um período sem liberdade condicional de sete meses.

Reprodução

O influenciador do Instagram disse que está feliz que a provação acabou e ele mal podia esperar para voltar ao seu país de origem.

“Não estou com nenhum remorso”, disse Claudino ao The Daily Telegraph.

“Tudo acontece por uma razão. Mas tive uma experiência muito traumática aqui na Austrália. Estou muito feliz por voltar para casa e feliz que isso tenha acabado.”

Claudino será deportado depois de cumprir o restante de sua pena no Centro de Detenção Villawood. Sua sentença será retroativa a fevereiro, quando ele foi detido sob custódia.

Ele se confessou culpado de 13 acusações de pornografia de vingança em julho, mas tentou se retratar de sua confissão de culpa na quarta-feira após alegar que admitiu as acusações “sob coação”.

Reprodução

A magistrada Clare Farnan confirmou a confissão de culpa. Ele também foi considerado culpado de porte de esteróides e acusações de indecência em público por repetidas masturbação em público enquanto estava sob fiança.

O homem de 32 anos compartilhou fotos e vídeos de seu amante australiano tatuado em sua conta OnlyFans sob o perfil ‘FabricioMonkey’. Foi dito que ele promoveu o conteúdo para seus 100.000 seguidores no Twitter e 30.000 seguidores no Instagram.

O vídeo teria sido filmado em seu iPhone na casa do casal em Marrickville em julho passado, que mostrava o casal fazendo sexo por quatro minutos. Enquanto o rosto de seu parceiro estava escondido, suas tatuagens eram visíveis, tornando-o facilmente identificável para qualquer pessoa que o conhecesse.

Em uma audiência anterior no tribunal, seu ex leu uma declaração de impacto da vítima de quatro páginas para revelar seu trauma depois de perceber que tinha sido exposto online.

This article is also available in: English Español

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF (Google Play ou App Store) está disponibilizando gratuitamente a versão PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista pela Universidade Federal de MS, foi repórter de economia e hoje, além de colaborar para o Gay Blog Br, é servidor público em Joinville (SC). Escreveu ''A Supremacia do Abandono'', livro disponível em amazon.com.br.