Ativismo Cultural LGBTQIA+ é o curso online do ativista André Fonseca, que irá debater e procurar soluções para as censuras de produções culturais LGBTQIA+ no Brasil. Composto por oito aulas online divididas em cinco módulos, o curso irá do dia 24/08 até 16/09 e fornecerá materiais de estudo, composto por vídeos e textos. Os interessados podem acessar a página oficial do curso no Sympla.

Além de André Fonseca, o Ativismo Cultural LGBTQIA+ terá duas convidadas que o ajudarão a ministrar o curso: Paola Valentina Xavier, produtora cultural do Museu da Diversidade Sexual e do programa “Ma+s orgulho” e Gabi Gonçalves, produtora cultural e coordenadora executiva de produção de eventos como a Virada Cultural Paulista.

Ativismo Cultural LGBTQIA+ é o curso online de André Fonseca
Divulgação

Módulo 1: por que a comunidade LGBTQIA+ virou um elemento estratégico na política do Brasil atual? 

As dimensões sociais e políticas da cultura. Direitos humanos e direitos culturais. As relações estratégicas entre guerras culturais, censura, fundamentalismo religioso e o colapso das democracias: qual papel a população LGBTQIA+ ocupa?

Módulo 2: a quem interessa a inclusão cultural e social da comunidade LGBTQIA+?

Os desafios da inclusão LGBTQIA+ nos espaços culturais e nos processos de gestão e decisão. Diversidade nas empresas e instituições culturais: o discurso e a prática. Financiamento de projetos LGBTQIA+ e o pink money. As políticas culturais LGBTQIA+ no Brasil. Os desafios específicos para a inclusão da população trans (dentro e fora da comunidade LGBTQIA+).

Módulo 3: como a era digital impacta a produção cultural LGBTQIA+? 

Os impactos da era digital no comportamento dos públicos, no consumo cultural, no modo de pensar projetos, na cadeia produtiva da cultura e nas pautas LGBTQIA+. A preservação da memória LGBTQIA+ em tempos de censura e de armazenamento de dados “nas nuvens”. O impacto do algoritmo e das milícias digitais na circulação dos conteúdos LGBTQIA+.

Módulo 4: como pensar estratégias de comunicação e aproximação com os públicos?

Como usar o branding (gestão de marca) para desenvolver conexão e engajamento. O desenho de experiências positivas para os públicos. Comunicação x divulgação. Estratégias de comunicação. Ferramentas para desenvolver as relações com os públicos.

Módulo 5: como fomentar a produção cultural LGBTQIA+ em tempos de censura (e pandemia)?

Ferramentas e estratégias de produção, gestão, financiamento e circulação. Desenvolvimento de redes.

Foto: Loja das Pocs

SERVIÇO

Ativismo Cultural LGBTQIA+
24.08 a 16.09 (2as e 4as feiras), das 19h às 21h30 (com intervalo de 10min).
Encontro extra: 15.09 (3a feira), das 19h às 20h30.
Carga horária total dos encontros online: 18h.
Tempo total estimado para a leitura e visualização dos materiais de estudo: 10h
Vagas: 20
Valor: R$ 355
https://www.sympla.com.br/ativismo-cultural-lgbtqia__924332

SOBRE OS DOCENTES

André Fonseca atua de modo independente nas áreas de gestão cultural, comunicação e diversidade/inclusão. Desenvolve consultorias e ações de formação com foco na construção de uma sociedade mais humanizada, inclusiva, ética e democrática. É graduado em comunicação social com habilitação em marketing pela ESPM-Escola Superior de Propaganda e Marketing e pós-graduado em Cooperação e Gestão Cultural Internacional pela Universidade de Barcelona. Foi ministrante da pós-graduação à distância do Senac Gestão cultural: cultura, desenvolvimento e mercado (2015-2019) e orientador de projetos integrados na pós-graduação Cultura, Educação e Relações Étnico-Raciais, do CELACC USP (2020). Foi diretor de programação do Festival Mix Brasil (1997/1998) e atuou na organização da 1a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (1997). Já realizou trabalhos para instituições como Instituto Brincante, MIS – Museu da Imagem e do Som, Red Sudamericana de Danza, Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte, SESC, Circo Zanni, SISEM – Sistema Estadual de Museus de São Paulo, Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Biblioteca Mário de Andrade, Goethe-Institut São Paulo, Centro de Referência da Dança da Cidade de São Paulo, IPHAN, Secretaria de Cultura de Santo André e Festival Internacional de Danza Contemporánea de Uruguay. Instagram: @euandrefonseca.

Convidadas

Paola Valentina Xavier é produtora cultural no Museu da Diversidade Sexual e do programa “Ma+s orgulho”, responsável pelo apoio às paradas LGBTQIA+ no interior do Estado de São Paulo. É ainda cantora, ativista e apresentadora do talk-show virtual “Paola Comvida”.

Gabi Gonçalves é produtora cultural. Coordena o Núcleo Corpo Rastreado, associação que produz artistas e grupos como Renata de Carvalho, Wagner Schwartz, Maikon K., Lia Rodrigues Companhia de Danças e Cena 11, além do festival FarOFFa. Foi coordenadora executiva de produção em eventos como Virada Cultural Paulista e MITsp – Mostra Internacional de Teatro. Doutora em Comunicação e Semiótica na PUC-SP.

Google Notícias
Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".