GAY BLOG BR by SCRUFF

Uma mídia caseira em que o cantor Justin Bieber estaria fazendo sexo oral em um homem voltou circular nas redes sociais, levando a uma série de debates questionando se era ele ou não. A imagem foi retirada de um vídeo postado em 2019 no Twitter. Caso você tenha idade para tirar carteira de motorista e queira dar uma conferida qual é a cena em questão, clique aqui.

A mídia em questão foi levemente manipulada para que o ator pornográfico conhecido como Mitchy se assemelhasse ao Bieber. O cabelo, por exemplo, foi clareado digitalmente como apontado pelo canal The Sword.

Já o vídeo original é de 2019, e Mitchy está interagindo com o corpo do modelo Diego Sans“Eu sempre sou marcado em posts [com o Bieber] regularmente”, disse Mitchy ao The Sword sobre o meme do Bieber, “Começou um ano depois que eu filmei o vídeo, eu tinha praticamente esquecido dele para ser sincero”.

É falso vídeo em que Justin Bieber estaria fazendo sexo oral em outro homem
Não é o Justin Bieber – Reprodução

SANS VACINADO

Na começo de março, o ator de filmes adultos Diego Sans usou seu Instagram para mostrar o momento em que foi vacinado contra a covid. “No but seriously, I feel great. Do your part, get vaccinated”, escreveu o brasileiro (em livre tradução: “Sério, me sinto ótimo. Faça a sua parte, vacine-se”).

O que chamou bastante a atenção entre seus seguidores foi o enfermeiro, chamado “Ethan”, segundo o crachá que usava. Não demorou para que os fãs usassem a imaginação e desejassem que Ethan gravasse cenas como apresentadas nos filmes Plastics 1, 2 e 3. Continue lendo neste link.

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os LGBTs que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"