A cantora Fiona Apple lançou seu quinto álbum “Fetch the Bolt Cutters” (em tradução livre, “Peguem os Alicates”), após oito anos do lançamento de “The Idler Wheel…”, justamente neste período em que o mundo está em quarentena. O título do álbum referência à série britânica “The Fall”.

Com 13 faixas, o novo álbum transmite a ideia de que as “mulheres não devem ter medo de falar“, e explorar também a complexa relação social do universo feminino, abordando questões como rivalidade e amizade.

Uma das músicas, “Newspaper”, considerada uma das canções mais fortes do projeto segundo a própria Apple, conta com a participação de sua irmã, Amber. Essa faixa conta a história de duas mulheres ligadas em um mesmo homem, mesmo vivendo em uma relação abusiva.

Em uma review publicada pelo The Independent, a jornalista Alexandra Pollard diz que as melodias são incríveis e que as letras também, citando como exemplo a faixa “Ladies”, onde ela repete essa palavra tantas vezes que eventualmente passamos a escutar apenas um som.

“Este é um álbum atado com desafios. Talvez não mais do que o ‘Under the Table’, onde ela te avisa, ‘Não, não, não, não me empurre (…) ‘Eu não vou calar a boca’ [Referência a música I won´t shut up]. Bom!”

Vale dizer que os álbuns da Fiona demoram mais tempo para serem lançados do que tradicionalmente acontece com outros artistas pop. Seu primeiro álbum, “Tidal”, veio em 1996, e desde então ela lançou mais quatro, demorando cerca de seis anos entre cada um deles.

As músicas de Fiona Apple são, em sua maioria, de caráter melancólico e sombrio, tratando de assuntos como depressão, estresse pós traumático e superação. Seu último álbum, The Idler, foi nomeado para Grammy Awards 2013 como melhor álbum alternativo.

Ouça no Spotify:

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".