Já imaginou Frank Sinatra cantando uma música da Britney Spears? Pois a empresa de desenvolvimento de inteligência artificial OpenAI lançou uma nova rede neural chamada Jukebox, que utiliza algoritmos para criar músicas novas fazendo mashups  (mesclas de músicas) de artistas famosos.

Com isso, o músico e expert da ciência da computação Zack Zukowski deu a missão para um grupo musical artificial chamado DADABOTS para gerarem uma versão da música Toxic, de Britney Spears, como se fosse um cover de Frank Sinatra. A tecnologia modificou os instrumentos utilizados e o arranjo, fazendo parecer mais um jazz com a voz inconfundível do cantor.

A faixa foi gerada após um treinamento da rede neural com 9 mil artistas de 300 gêneros diferentes. Já os criadores da faixa concederam uma entrevista ao canal Futurism e disseram que o sistema ainda está em seu estágio inicial e, portanto, ainda há muitos bugs a serem corrigidos e limitações a serem superadas, como o alto custo do servidor para um serviço de qualidade de computação.

Por enquanto o objetivo é apenas entender como essa tecnologia funciona sem exploração comercial, um teste do que a inteligência artificial pode fazer.

Foto: Futurism

Gilberto Gil canta Baby One More Time

No dia 26 de março, o  compositor Gilberto Gil divulgou nas redes sociais um momento descontraído em que toca uma música junto de sua neta, Flor. No entanto, o que chama a atenção é que a faixa escolhida foi Baby One More Time da Britney Spears, um dos maiores clássicos da cantora pop norte-americana.

Além disso, a canção de Britney Spears viralizou recentemente porque uma das frases diz “My loneliness is killing me” (“Minha solidão está me matando” em tradução livre), sendo uma referência feita por diversas pessoas pelo isolamento social neste período do coronavírus.

Evidente que o cover repercutiu nas redes sociais, com comentários muito positivos, inclusive da ex-chacrete Leiloca Neves.

A música foi o primeiro single de Britney Spears em sua carreira solo após a saída do Clube do Mickey, onde ficou conhecida. Até hoje, é uma das faixas mais lembradas da cantora e muitos argumentam que é a música mais famosa de toda a sua carreira.

Fã se passa por empresário de Britney Spears e recebe 49 músicas inéditas da gravadora

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".