Nesta segunda-feira, 31, o editor/jornalista Graciliano Rocha comunicou que o BuzzFeed News Brasil deixa de operar o conteúdo noticioso produzido no Brasil, em português. As demais franquias do BuzzFeed no país nas áreas de entretenimento (BuzzFeed Brasil) e gastronomia (Tasty Demais) continuam suas atividades sem interrupções. O BuzzFeed News em inglês também segue normalmente.

- CURTA A PÁGINA DO FACEBOOK -

A decisão de descontinuidade da operação foi tomada no curso deste ano e é um efeito direto da crise econômica desencadeada pela pandemia global. O GAY BLOG BR, que já serviu de fonte ao veículo e também já replicou algumas reportagens, como a do “Fofão da Augusta”, lamenta profundamente o fim do editorial e ressalta a grande admiração pelo trabalho realizado nesses quatro anos.

GAY BLOG BR lamenta fim do BuzzFeed News Brasil
GAY BLOG BR lamenta fim do BuzzFeed News Brasil

No texto de despedida, o editor em primeira pessoa sobre a importância do jornalismo para a democracia e agradece a confiança dos leitores.

“Foi por aqui que muitas pessoas souberam que o personagem famoso pelo apelido Fofão da Augusta, na verdade, se chamava Ricardo Corrêa da Silva, de onde ele veio e como suas escolhas (e também a falta delas) moldou sua trajetória pessoal. Contar a sua vida, como contamos, permitiu um vislumbre no universo trágico e violento de alguém sozinho em uma cidade como São Paulo. Esta história, que pinço como um exemplo entre inúmeros que nos orgulham, inscreve-se em um compromisso mais amplo que tivemos com direitos civis que formam a base do nosso pacto civilizatório. Nestes quatro anos, o Brasil passou pela Lava Jato, um impeachment presidencial, um escândalo que dragou o governo do substituto, a ascensão de um populista de extrema-direita e, agora, um fato sem precedentes que é o coronavírus. Enquanto escrevo este texto o Brasil ultrapassou a triste marca de 121 mil mortos. Será tarefa dos historiadores do futuro entenderem as consequências deste período histórico. A nós, no BuzzFeed News, coube contar, da melhor maneira que conseguimos, todos os episódios que sacudiram esse país neste tempo tão pródigo de solavancos. Pudemos fazer isso graças a uma equipe de jornalistas de primeira linha. Meus agradecimentos aqui a estes profissionais: Tatiana Farah, Mauro Albano, Severino Motta, Guilherme Lúcio da Rocha, Chico Felitti, Tom Namako, Ken Bensinger e Mark Schoofs”, escreveu Graciliano Rocha.

Google Notícias