GAY BLOG BR by SCRUFF

Na última terça-feira (16), a Igreja Universal do Reino de Deus publicou em seus perfis oficiais nas redes sociais, um texto afirmando ter curado um casal que vive com Aids. De acordo com a publicação, o casal identificado como Manoel e Rosemeire não aderiu ao tratamento antirretroviral e foi curado “através da fé” ao realizar a “Corrente dos 70”. As informações são da Agência de Notícias da Aids.

Aids é uma das doenças que para a medicina não existe cura. Manoel e Rosemeire foram infectados com o vírus HIV, causando sintomas como tontura, fraqueza, falta de apetite e feridas no corpo. O casal não aceitou viver de tratamento, fizeram a Corrente dos 70 sabendo que a cura viria através da fé colocada em prática e, com a certeza de que, o tempo de milagres não acabou. Hoje, eles estão curados”, diz parte da publicação no Facebook e no Instagram da Universal.

Ainda na publicação, a Universal aproveitou para convidar os fiéis que também necessitam de uma “cura que é impossível para a medicina” a buscarem tratamento espiritual com a instituição religiosa.

Diante do ocorrido, o Fórum de ONG/Aids do Estado de São Paulo (Foaesp) acionou o Ministério Público Federal (MPF) para averiguar o caso e tomar as medidas cabíveis. “Consideramos que essa publicação se assimila ao charlatanismo”, explicou o advogado Cláudio Pereira, presidente do GIV (Grupo de Incentivo à Vida) e representante do Fórum.

Em nota enviada ao jornal O Globo, a Igreja Universal do Reino de Deus explicou que a postagem se tratava de um “testemunho espontâneo de um casal, que anunciou ter sido curado de uma grave doença pela Fé”. A instituição religiosa também disse que não fez qualquer afirmação de ter curado o casal, e alegou que estudos comprovam que a fé ajuda na cura dos enfermos, em “uma combinação da Fé com a Medicina”.

Após receberem críticas na publicação no Instagram, a Igreja Universal bloqueou os comentários e alterou o final do texto. “A Universal alerta que jamais os tratamentos médicos devem ser ignorados, mas a sua fé pode fazer o milagre acontecer“, acrescentou a instituição, ainda em tom de oposição ao tratamento antirretroviral.

Foto: Reprodução



Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)