Aclamado no filme Brokeback Mountain, o ator Jake Gyllenhall interpretará novamente um personagem gay, desta vez na versão cinematográfica do musical Fun Home: Uma tragicomédia em família. Gyllenhall será Bruce Bechdel, o pai da protagonista Alison Bachedel.

O longa será dirigido por Sam Gold, o mesmo que dirigiu o espetáculo Fun Home na Broadway, chegando a ganhar o prêmio Tony Wards em 2015.

Famoso por Brokeback Mountain, Jake Gyllenhall interpretará novamente um personagem gay (Foto: Reprodução)
Famoso por Brokeback Mountain, Jake Gyllenhall interpretará novamente um personagem gay (Foto: Reprodução)

A história apresenta Alison em três idades diferentes, revelando memórias de uma família disfuncional. Mesmo ela sendo a protagonista, boa parte da história também fala sobre a vida secreta de seu pai.

A ideia da produção é tratar de modo “leve” temas contemporâneos que são motivos de debates sérios como orientação sexual, papéis de gênero, abuso emocional e todos os pontos que envolvem uma família disfuncional que, nas aparências, é a “mais normal do mundo”.

JAKE GYLLENHALL SOBRE BROKEBACK MOUNTAIN

Segundo o ator, Heath Ledger odiava piadas referentes ao filme (Foto: Reprodução)
Segundo o ator, Heath Ledger odiava piadas referentes ao filme (Foto: Reprodução)

Virando uma espécie de “crush” entre os gays que viveram a década de 2000, Jake Gyllenhall diz que Brokeback Mountain foi um dos filmes que “mais abriram portas em sua vida” e que definiu sua carreira das mais diferentes formas.

“Não imaginava que teria o impacto que teve”, disse em uma entrevista, revelando que o sucesso de Brokeback Mountain o pegou de surpresa.

“Para fazer um filme que simplesmente funcione é um milagre. Quando vai muito além disso, é impossível. Nada do que acontece tem a ver contigo no final”.

Na mesma entrevista, ele também comenta sobre o falecido Heath Ledger, que foi seu par romântico no filme, dizendo que o admirava muito.

“Eu vejo algumas pessoas que fizeram piada com isso [romance gay de Brokeback Mountain], ou me criticaram sobre algumas falas que eu digo no filme – e eu amo isso sobre o Heath. Ele nunca fazia piada. Alguém queria fazer uma piada sobre a história, ou coisa do tipo, e ele falava, ‘Não. Isso é sobre amor, não, cara’”, relembra o ator.

Google Notícias
Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".

1 COMENTÁRIO