O apresentador Douglas Belan, do jornal Bom Dia MT, passou por uma situação constrangedora na manhã deste dia 21 de abril, às 7h. Em momento de interação com o público via Whatsapp, a imagem de um nude masculino apareceu ao vivo e, mesmo não completamente carregada, dava para entender do que se tratava.

“Ai cara, vou pular isso aqui… não sei o que é que é… tirou?! Tirou a tempo? Só em programa ao vivo!”

Como é possível ver no vídeo acima, o jornalista estava respondendo questões sobre os serviços que estavam funcionando em Cuiabá pelo WhatsApp, quando o nude apareceu.

Trollagens em programas ao vivo acontecem com certa frequência, geralmente utilizando brincadeiras de duplo sentido que acabam passando despercebidas pelos apresentadores.

Jornalista Tarcis Duarte rebate comentário homofóbico ao vivaço

Em outubro de 2019, o jornalista Tarcis Duarte, que estava cobrindo as férias da apresentadora Luciana Leite no programa Cidade Alerta, da Record de Minas Gerais, ganhou notoriedade e admiração ao rebater ao vivo um comentário homofóbico de um telespectador em outubro.

Durante a exibição, o jornalista lia comentários acerca do programa nas redes sociais, sobre tudo os Facebook, onde também é exibido o programa ao vivo. Tarcis estava interagindo e se divertindo com os espectadores, quando, repentinamente, se deparou com o comentário do usuário José Neto. Em tom sério, o apresentador disse: “Não acredito que eu estou lendo isso. Vou até printar a tela aqui. Vou fazer uma captura da tela para eu ter provas depois… Ah, o covarde apagou o comentário”, disse o jornalista.

Em seguida, Tarcis Duarte direcionou sua resposta ao homofóbico: “Senhor José Neto, o senhor apagou o comentário, mas eu tenho certeza que você ainda está assistindo. Vou dizer uma coisa para o senhor: eu, pessoalmente, Tarcis Duarte, faço questão de processar o senhor pelo o que o senhor comentou aqui. Faça questão”, disse olhando para câmera.

Pelo seu posicionamento, Tarcis Duarte levou o troféu POC AWARDS 2019 na categoria POC DO ANO.

Google Notícias
Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".