GAY BLOG BR by SCRUFF

No próximo sábado, 20 de agosto, 27 candidatas disputarão o título de Miss Brasil Gay em . O concurso, que elege o mais belo transformista do país, chega à 40ª edição em 2022. As representantes de 26 estados e o Distrito Federal desfilarão em trajes típicos e de gala. A votação popular se encerra nesta quarta-feira e os leitores podem votar através deste link. E, além da competição, o evento terá o show de Gloria Groove. Os ingressos podem ser adquiridos neste link.

O concurso retoma a sua história, após dois anos, devido à pandemia de Covid-19. “A 40ª edição do Miss Brasil Gay será marcada pela alegria do reencontro de amigos e artistas, afastados por conta da pandemia e que agora poderão estar juntos novamente, em uma festa inesquecível”, comenta Michel Brucce, organizador do evento.

38ª edição do Miss Brasil Gay – 2018 (Foto: Luciano Lima Jr)

A edição de 2022 celebrará a história do concurso em uma programação que revisitará grandes momentos do Miss Brasil Gay. “Em cada parte do espetáculo o público terá oportunidade de participar de homenagens, de lembranças, de reviver emoções que marcaram esses mais de 40 anos”, antecipa André Pavam, diretor artístico do evento.

O Miss Brasil Gay terá como apresentadores Sheila Veríssimo (Miss Brasil Gay 2013) e Paulo Nahal. “Além dos dois apresentadores, que já fizeram parte de outras edições do concurso, ex-misses estarão conosco, em outras funções, o que também é uma forma de comemorar as nossas 40 edições”, acrescenta Pavam. 

Além de Gloria Groove, o Miss Brasil Gay terá como atrações Andréa Gasparelli, Danny Cowltt, Suzy Brasil,Lizandra Brunelly, Radha Vasconcellos e Ravell. A programação também inclui as festas Stomp e Funhouse para movimentar a cidade durante todo o final de semana do evento, juntamente com a Rainbow Fest, que acontece no Parque Halfeld, no centro da cidade de Juiz de Fora.

Conheça as candidatas

História do Miss Brasil Gay

Em 1976, o cabeleireiro Francisco Mota criou o Miss Brasil Gay na cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais. O concurso, que reúne as mais belas transformistas do Brasil, tem como principal regra: os concorrentes devem ser do sexo masculino, não podem ser travesti ou transexual, sendo proibidas as intervenções cirúrgicas estéticas.

Conhecido internacionalmente, fato que lhe rendeu o registro como patrimônio imaterial do município em 2007, o Miss Brasil Gay visa ser um evento social, com ingressos a preços populares. A atual detentora da faixa é a representante de Pernambuco, eleita em 2019, Antônia Gutierrez.

Ao longo das edições, o estado que mais coleciona títulos é o Espírito Santo, com oito vitórias. Em seguida aparecem Ceará, São Paulo e Rio de Janeiro, com quatro faixas cada. Pernambuco e Bahia têm três. Minas Gerais, Tocantins e Goiás duas. Piauí, Alagoas, Maranhão, Acre, Amazonas, Distrito Federal e Santa Catarina têm um cada.

Serviço

Miss Brasil Gay 2022
Quando: Sábado, 20 de agosto
Onde: Terrazo – Juiz de Fora
(Av. Deusdedith Salgado, 5050 – Salvaterra, Juiz de Fora – MG, 36033-007)
Ingressos: neste link.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)