Na próxima quarta-feira, dia 30 de setembro, será realizado o lançamento do projeto “MAPA – Uma Narrativa para o século XXI“. Contando com o apoio da Natura, o objetivo é reunir em publicação e minidocumentário uma narrativa construída coletivamente entre 37 lideranças de diferentes idades, gêneros, classes sociais, etnias, e áreas de atuação. O minidocumentário tem como objetivo responder ao seguinte questionamento: “Existe um futuro provável e um futuro desejável. Em qual você quer viver?” . Nesse contexto que vemos dicas de ações e iniciativas sobre o que podemos começar a fazer hoje para avançar em pautas como LGBTfobia, impacto ambiental, combate ao racismo, feminismo etc.

GAY BLOG BR by SCRUFF

O minidocumentário traz o depoimento de lideranças que participaram dessa jornada e dá um panorama geral de como foi cada uma de suas cinco etapas vividas pelo grupo: observar, abrir a mente e o coração; presenciar; cristalizar; e prototipar.

“O projeto MAPA abre horizontes e mostra caminhos possíveis para enfrentar as estruturas de poder que excluem ao invés de incluir de incluir a diversidade. É uma narrativa transformadora e um repertório importante para todos que buscam construir um mundo melhor”, afirma Andrea Álvares, vice-presidente de marca, inovação, internacionalização e sustentabilidade da Natura.

“Um dos principais fatores de inovação do projeto MAPA é reunir em um espaço horizontal de poder a pluralidade existente entre as 37 lideranças que fizeram parte dessa construção. Ter a Natura, o Sistema B e o Pacto Global ao nosso lado nos traz potência para acelerar as transformações que o século XXI nos pede”, afirma Renata Sbardelini, idealizadora do Projeto.

O Projeto MAPA foi idealizado pela Suindara Radar e Rede e teve a Natura como principal apoiadora. A iniciativa ainda tem parcerias como Presencing Institute (MIT), Pacto Global (ONU), Sistema B, Centro de Inovação da FGV, Globo, Sesc e Approach Comunicação e foi co-realizado pela Feira Preta.

LGBTfobia, feminismo e racismo são debatidos em minidocumentário apoiado pela Natura
Reprodução

Serviço

Evento: lançamento dos resultados do Projeto Mapa
Dia: 30 de setembro de 2020
Formato: Online através do canal oficial no YouTube.
Hora: 19h
Participações no evento online:
• Marcelo Jeneci: Músico, cantor e compositor
• Andrea Alvares: Vice-presidente Global de Marca, Inovação e Sustentabilidade da Natura
• Carlo Pereira: Diretor Executivo do Pacto Global ONU Brasil
• Beatriz Azeredo: Diretora de Responsabilidade Social da Rede Globo
• Renata Sbardelini: Idealizadora do MAPA e fundadora da Suindara Radar e Rede
• Sistema B: Daniela Lerário, vice-presidente do Conselho Administrativo do Sistema B
• Barbara Terra: Afrofuturista, pesquisadora, MC e fundadora da rede Nois por Nois
• Ariel Nobre: Artista visual, comunicador, fundador do Transmercado
• Samuel Emílio: Ativista pela educação e direitos da juventude negra, fundador do Diário Anti Racista
• Kaká Werá: Escritor, ambientalista e conferencista, liderança indígena de origem tapuia

LGBTFOBIA VOCÊ SABE O QUE É?

LGBTFobia é a hostilidade perante os membros da comunidade LGBTQIA+. Anteriormente, dizia-se “homofobia” para generalizar tudo, mas a palavra em si só abrangeria os homossexuais (Gays e Lésbicas),  não contemplando os bissexuais, transexuais e outros.

Aqui no Brasil, a lei Maria da Penha já está sendo usada a favor de mulheres transexuais; já é permitido que homens gays doem sangue; e o STF decidiu que a LGBTfobia é crime.

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".