O cantor Lulu Santos usou o Twitter para mandar uma direta ao prefeito do Rio, Marcelo Crivella, que deixou o público abismado.

GAY BLOG BR by SCRUFF

“Crivella, você vai morrer e ir pro inferno. O que acontecer primeiro”, escreveu Lulu, sem deixar clara a motivação de sua revolta com o político.

Na última quarta-feira, em discurso aos seus apoiadores, Crivella utilizou termos homofóbicos e palavras de baixo calão ao se referir ao governador de São Paulo, João Doria.

“Sabe de quem é essa OS? É OS de São Paulo, é do Doria, viado, vagabundo”, disse o prefeito após uma das pessoas presentes ter supostamente criticado as Organizações Sociais (OS) que atuam na área da saúde no Rio.

De acordo com o jornal O Globo, os xingamentos aconteceram em uma reunião com filiados do Republicanos que disputaram a eleição para vereador. O evento aconteceu nesta quarta-feira (18), na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Após os gritos de Crivella, os presentes vibram com as ofensas e aplaudem o prefeito. O vídeo foi publicado no Facebook por Sandro Avelar, presidente da escola de samba Império Serrano.

Ele apoia Eduardo Paes (DEM) no segundo turno da disputa pela prefeitura do Rio. Em pesquisa divulgada pelo Ibope, Paes lidera a disputa pelo segundo turno com 53% das intenções de voto, contra 23% de Crivella.

No Twitter, João Dória escreveu: “Lamento que o prefeito do Rio de Janeiro, um pastor que deveria ser um exemplo, faça ataques, use palavrões e o preconceito para se referir a um governador. O prefeito Crivella se apequena e lamentavelmente encerra seu ciclo de forma melancólica”.

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista pela Universidade Federal de MS, foi repórter de economia e hoje, além de colaborar para o Gay Blog, é servidor público em Joinville (SC). Escreveu ''A Supremacia do Abandono'', livro disponível em amazon.com.br.