GAY BLOG BR by SCRUFF

Na Alemanha, mais de 100 padres estão abençoando o casamento homoafetivo, contrariando as leis do Vaticano que em março emitiu um comunicado aprovado pelo Papa Francisco dizendo que a Igreja não poderia abençoar casais do mesmo sexo. As informações são da CNN Brasil.

“Se dissermos que Deus é amor, não posso dizer às pessoas que abraçam a lealdade, a unidade e a responsabilidade um para com o outro que o amor deles não é amor, que é um amor de quinta ou sexta classe”, disse Christian Olding, um padre da cidade de Geldern, na Alemanha.

“Anseio pela bênção. Vamos ter todas as formas de relacionamento: casamentos heterossexuais clássicos, casais divorciados e casados novamente, casais não casados e, sim, casais do mesmo sexo também”, disse Olding.“Nós vamos ter toda a diversidade do amor.”

Mais de 100 padres alemães rechaçam Vaticano e abençoam uniões homoafetivas
Reprodução

Os padres e dioceses na Alemanha aderiram à iniciativa “Liebe Gewinnt” ou “O Amor Vence”, em tradução livres. As bênçãos estão sendo concedidas esta semana em cidades como Berlim, Munique e Colônia.

Em março, o comunicado dizia que a homossexualidade em si não é um pecado, mas a atividade sexual entre duas pessoas do mesmo sexo, sim. O objetivo daqueles que viver de acordo com os ensinamentos da Igreja teriam que renunciar o seu desejo sexual em prol da fidelidade aos planos revelados por Deus conforme os ensinamentos propostos na Igreja.

Por essa razão, a bênção entre duas pessoas do mesmo sexo seria um sinal de que a Igreja Católica aprovaria e encorajaria “uma escolha e um estilo de vida que não pode ser reconhecido como objetivamente ordenado aos planos revelados de Deus”. 

A declaração ainda diz que “o próprio Deus nunca cessa de abençoar cada um de Seus filhos peregrinos neste mundo… mas ele não abençoa e não pode abençoar o pecado”. 

Por outro lado, o papa já se manifestou favorável as proteções legais às uniões gays, mas apenas relacionadas à esfera civil. Em 2019, ele disse à emissora mexicana Televisa que “Pessoas homossexuais têm o direito de estar numa família, elas são filhas de Deus”.

Quanto a famílias com filhos gays, Francisco comentou “Não se pode expulsar alguém de uma família, nem tornar sua vida miserável, por esse motivo. Devemos ter é uma lei de união civil: desse modo, eles estão legalmente garantidos.”

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os LGBTs que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"