Malvino Salvador sobre receber cantadas de homens: ‘Eu acho legal’

Salvador também comenta que o importante é que a cantada seja respeitosa, tanto no caso dos homens quanto das mulheres.

O ator Malvino Salvador, que está interpretando o personagem Agno, que é gay na novela “A Dona do Pedaço“, concedeu uma entrevista à coluna de Fábia Oliveira do jornal carioca O Dia dizendo que leva “numa boa” as cantadas de homens.

“De modo geral, eu levo numa boa a cantada masculina. Acho legal, bacana também, não tenho nenhuma questão quanto a isso”, disse. “Às vezes é engraçada e pode ser, aí eu acho graça também”. 

Salvador também comenta que o importante é que a cantada seja respeitosa, tanto no caso dos homens quanto das mulheres.

Malvino Salvador diz não ter problemas em receber cantadas de homens
Malvino Salvador diz não ter problemas em receber cantadas de homens (Foto: Observatório da Televisão)

Ao longo do papo ele também é questionado sobre ter amigos gays e sobre a convivência dentro do universo dos homossexuais. Salvador diz que a orientação sexual das pessoas com quem convive é algo que não importa.

“Não fico parando para pensar nisso. São meus amigos e ponto final, onde a gente sai junto também, onde batemos papo sobre diversos assuntos, qualquer assunto, como bateria papo com qualquer heterossexual ou com quem quer que seja”, contou.

Malvino Salvador também revela que nunca teve relações homossexuais ao longo da vida e que acredita que o amor pode surgir em qualquer tipo de relação consensual entre duas pessoas. Por fim, ele também é perguntado sobre como lida com temas sensíveis com suas filhas.

Malvino Salvador com sua família (Imagem: Marcelo Faustini)
Malvino Salvador com sua família (Imagem: Marcelo Faustini)

Eu nunca tive dificuldade nenhuma, nem uma missão difícil de falar qualquer coisa com relação às minhas filhas. Eu acho que todos os temas foram e estão sendo introduzidos conforme a idade, a gente costuma abordar esses temas a partir do que a idade permite, o que a gente acredita que seja a idade certa para falar. Quando é muito criança, você aborda as coisas de uma maneira muito mais lúdica, explica através de metáforas que as crianças entendem, que é o universo que elas estão conectadas. Conforme a idade vai crescendo a gente vai começando a explicar mais as coisas para elas. Mas como a gente conversa sobre tudo, eu nunca tive dificuldade de conversar sobre qualquer tema com as minhas filhas”, conclui.

Leia também: Malvino Salvador e Caio Castro viverão romance na próxima novela das 21h.

1 COMENTÁRIO