GAY BLOG BR by SCRUFF

O mascote da Feira Internacional do Amendoim no município de Jaboticabal, em São Paulo, foi criado em 2019 para se assemelhar a um amendoim, mas acabou virando meme por ter um formato que se assemelha a um pênis. Agora, o mascote Minduca ganhou um novo formato para não haver mais a confusão.

A jornalista Regiane Alves (50), membro da comissão organizadora ao evento, explicou ao UOL o problema. “Era para se parecer com um amendoim, como previa o nosso desenho, mas daí a empresa que produziu a fantasia acabou esticando demais o pescoço e achatando muito o corpo dele embaixo. No início, a gente achou que tinha ficado esquisito, mas fomos inocentes. Não tínhamos dado conta do que parecia esse formato”, disse.

Ela afirma que notaram o formato fálico da fantasia quando um frequentador da feira, provavelmente um estudante da UNESP, publicar algumas imagens do Minduca comparando-o com um pênis. Visto de costas, o mascote, que usava um boné vermelho, ficava ainda mais parecido com o órgão genital.

Mascote de feira de amendoim tem sua fantasia trocada após ser comparado com pênis
Reprodução

“A partir daí, o Minduca se espalhou pelas redes sociais. Aqui no Brasil e até em outros países, porque muita gente que participa dessa feira está envolvida com pesquisas em universidades e instituições. Para nós foi um choque. Foi a primeira vez que olhamos para o Minduca e vimos que realmente ele se parecia com um pênis. A partir daí, ele virou o ‘Pinduca'”, afirmou.

Regiane também disse que o formato de pênis não foi proposital, mas que acabou sendo uma surpresa pelas pessoas terem simpatizando com o mascote. Ele ficou tão famoso em Jaboticabal, que mesmo após o fim da Feira do Amendoim, ele acabou sendo convidado a participar de diversos eventos relacionados, mas acabou eclodindo o COVID-19.

“Este ano, quando resolvemos que a feira voltaria a ser presencial, após dois anos sendo realizada de forma online, fomos buscar a roupa no depósito. E descobrimos que a cabeça dele não estava mais lá. A cabeça do Minduca havia sumido”, contou Regiane.

“Ele ficou tão famoso e foi tão requisitado por escolas, eventos, cooperativas, que acabou se degradando, estragando. Ele foi tão usado que acabou perdendo a cabeça”, afirmou o presidente da comissão organizadora da feira, Pedro Luiz Alves. Sem muito tempo para decidir o que fazer, a organização decidiu criar um novo desenho para a mascote, perdendo o formato fálico. Mesmo assim, a nova versão está fazendo bastante sucesso, mas desta vez entre as crianças.

Atual Minduka. (Reprodução)



Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"