GAY BLOG BR by SCRUFF

Um homem de 66 anos, que não quis ser identificado e que convivia com o HIV desde a década de 1980, foi curado da condição segundo médicos do hospital onde ele foi tratado em Duarte, na Califórnia. Isso aconteceu durante um transplante de medula óssea para tratar uma leucemia, e o doador era naturalmente resistente ao vírus.

Em comunicado, o homem disse: “Quando fui diagnosticado com HIV em 1988, como muitos outros, pensei que era uma sentença de morte. Nunca pensei que viveria para ver o dia em que não tivesse mais HIV.”.

Ele recebeu o transplante de medula não para tratar o HIV, mas sim por conta da leucemia diagnosticada quando ele estava com 63 anos. A equipe médica responsável decidiu que ele precisava do transplante da medula óssea doente por celulas normais, no entanto, ele deu sorte que o doador tinha mutações em uma proteína chamada CCR5, que impedem que o HIV entre nos glóbulos brancos do corpo.

O paciente foi monitorado e os níveis de HIV se tornaram indectáveis no corpo e permanecem assim há mais de 17 meses.

Médicos anunciam 4º paciente curado do HIV
Reprodução

“Ficamos entusiasmados em informá-lo que seu HIV está em remissão e que ele não precisa mais tomar a terapia antirretroviral que estava usando há mais de 30 anos”, disse Jana Dickter, infectologista do hospital City of Hope.

Ele é a quarta pessoa no mundo que se curou da condição. Os outros três foram casos semelhantes, já que foram através de transplantes de medula óssea, mas isso não significa que o tratamento servirá para todas as pessoas que convivem com o vírus no mundo atualmente.

“É um procedimento complexo com efeitos colaterais significativos. Portanto, não é realmente uma opção adequada para a maioria das pessoas que vivem com HIV”, afirmou Dickter.

Já a presidente da Sociedade Internacional de AIDS, Sharon Lewin, disse que “A cura continua sendo o ‘Santo Graal’ da pesquisa do HIV”, acrescentando que houve “um punhado de casos de cura individual antes” e que eles fornecem uma “esperança contínua para pessoas que vivem com HIV e inspiração para a comunidade científica”.

Com informações do G1




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"