O magnata britânico, radicado na Flórida (EUA), Barrie Drewitt-Barlow (50 anos), se casará com o ex-namorado de uma de suas filhas, Scott Hutchinson (25). O pedido veio durante uma viagem de barco à Croácia na semana passada, coma bênção da filha dele, Saffron (20). De acordo com o The Sun, o pedido teve direito a flores no chão, champanhe e um anel de diamentes.

pedro hmc
Reprodução

Ambos estão esperando um neném com o auxílio de barriga solidária, que nascerá em outubro. Será uma menina e ambos estão providenciando a decoração do quarto, que será temático da Burberry e o valor deve ficar em torno de R$ 700 mil

Barlow ficou conhecido em 1999 ao se tornar o primeiro gay do Reino Unido a ser pai junto com seu ex-namorado, Tony Drewitt-Barlow, também por meio de barriga de aluguel. Ambos se separaram após 32 anos de relacionamento, mas vivem na mesma mansão, avaliada em R$ 44 milhões. Eles tiveram outros três filhos e a fortuna de ambos somam cerca de R$ 292 milhões. Com informações do Extra.

Barrie Drewitt-Barlow (50 anos) e Scott Hutchinson (25) Foto: Reprodução/Instagram(donbarrie)

PIONEIRISMO COM BARRIGA DE ALUGUEL

Barrie e Tony, seu primeiro marido, se conheceram em 1987 em Manchester, no Reino Unido e tiveram um longo relacionamento. Em 1998, eles decidiram que queriam ter uma criança e, no início, a ideia era adotar, mas decidiram “fazer história” ao terem filhos gêmeos com barriga solidária. Nasceu um menino e uma menina, sendo que cada um é pai de uma.

Curiosamente, eles nunca revelaram a público qual dos filhos é de quem, pois queriam que o mundo inteiro tratasse os dois como pais das duas. Um pouco depois, eles tiveram um filho, Orlando, e mais tarde mais dois gêmeos, só que dessa vez meninos, Jasper e Dallas.

Ambos foram o primeiro casal gay da Europa a terem seus filhos registrados nos nomes de dois pais, e abriu precedentes para que outros casais do mesmo sexo pudessem ter suas próprias famílias.

Google Notícias
Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".