GAY BLOG BR by SCRUFF

Um grupo com 125 católicos alemães gays, incluindo alguns padres, professores de teologia e fiéis praticantes, resolveram ir às ruas neste segunda-feira, dia 24 de janeiro, contra a política discriminatória da igreja. Todos eles saíram do armário anteriormente no site “#OutInChurch“.

“Nem orientação sexual ou identidade de gênero, nem participação em relacionamento ou casamento não heterossexual devem ser obstáculo ao emprego ou motivo de demissão”, afirmam os fiéis em um texto publicado na web. Além disso, eles exigem “uma mudança no código trabalhista discriminatório da Igreja Católica” e a eliminação da “redação degradante e excludente” dos regulamentos.

O grupo também defende o fim do “sistema de encobrimento, padrões duplos e desonestidade” quando a questão LGBTQIA+ na Igreja. “Ninguém deve ser desfavorecido por sua identidade sexual”, disse o ministro da Justiça, Marco Buschmann, destacando que a Igreja é “um dos empregadores mais importantes da Alemanha”.

Padres gays alemães vão às ruas protestar por direitos após "saírem do armário"
Reprodução

Na Alemanha, as igrejas empregam cerca de 1,3 milhão de pessoas, sendo o segundo maior empregador do país, atrás apenas da função pública.

“Não quero mais me esconder”, diz Uwe Grau, um padre gay da diocese de Rothenburg-Stuttgart (sul).

“Sou gay e ninguém sabe ainda. Gostaria que algo mudasse nos relacionamentos na igreja”, diz Frank Kribber (45), capelão de uma prisão em Lingen e sacerdote desde 2004.

Já um dos padres, Stephan Schwab (50), também revelou sua homossexualidade no “#OutInChurch”, explicando que sua sexualidade não altera, em nada, suas funções paroquiais. “Acredito firmemente que faço um bom trabalho mesmo sendo um padre gay”, disse. No ano passado, Schwab celebrou uma missa para homossexuais em sua igreja em Würzburg.

Os participantes receberam também o apoio do arcebispo de Hamburgo, Stefan Hesse. “Uma igreja na qual se deve esconder sua orientação sexual não pode, na minha opinião, estar no espírito de Jesus”, disse, defendendo uma mudança na “moral sexual e na lei trabalhista da Igreja”.

Com informações da Isto É




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"