O apresentador Sikêra Jr se envolveu em mais uma polêmica, dessa vez com a apresentadora Xuxa Meneghel, criticando o lançamento do livro “Maya: Bebê Arco-Íris”, que contém conteúdo LGBTQIA+. Segundo ele, a rainha dos baixinhos está incentivando às crianças para a “safadeza” e “putaria” pelo fato da protagonista ter duas mães.

GAY BLOG BR by SCRUFF

“Hoje, não dá mais audiência, está sendo empurrada para todo horário” – disse Sikêra Jr ao vivo em seu programa Alerta Nacional – “Vai lançar agora um livro LGBT para criança, viu? Para criança! Um livro LGBT para criança! Cuidado com o teu filho! Cuidado com a tua filha! A mesma que fez um filme com uma criança. Sim! Ela nua com uma criança de 12 anos. Ex-rainha, eu quero dizer para você que pedofilia é crime e não prescreve não, tá?” – completou.

O apresentador também citou uma entrevista em que Xuxa tinha relatado que sua filha, Sasha, ofereceu maconha a ela: “Você está usando desse nome que você criou para levar a criançada agora para a safadeza, para a putaria, para a suruba! Tua filha falando que ofereceu maconha para ‘tu’. Isso é uma coisa que se diga, ‘tu’, uma formadora de opinião? E aí? Todo mundo preocupado com o rabo do cavalo, né? Apologia às drogas também é crime, ex-rainha”. 

Acredita-se que, além do lançamento do livro, outro ponto que pode ter desencadeado o desentendimento entre ambos. Foi quando Sikêra Jr criticou a ativista da causa animal Luisa Mell, quando ela se posicionou contra o compartilhamento de um vídeo do apresentador que mostrou, em tom de piada, um fazendeiro estuprando uma égua.

Sikêra Jr ataca Xuxa dizendo que seu livro LGBT incentiva p***ria para crianças
Reprodução

“O apresentador Sikeira (sic) Jr e sua equipe acham este tipo de violência muito engraçado” – disse Luisa Mell na época – “Neste vídeo vergonhoso, ele ri de algo doentio. Faz seu deprimente show em cima de um crime. Além de eticamente grotesco, sexo com animais é clinicamente perigoso. Deve ser combatido de todas as maneiras. O tal apresentador, quando criticado, manda as seguidoras arranjarem um jumento para se acalmarem! Demonstrando claramente que não respeita animais, nem pessoas. Alguns querem alegar que é humor. E eu pergunto. Se fosse uma criança sendo molestada, este senhor também acharia engraçado? Violência, estupro e abuso só podem ser motivo de piada em um mundo doente”.

Em defesa de Mell, Xuxa, que também é ativista dos animais, reprovou a atitude dele ao dizer: “Meu Deus, estão rindo de um crime? Zoofilia é piada?”. 

Vale dizer que o filme “Amor, estranho, Amor” em que Xuxa contracenou com o ator Marcelo Ribeiro, na época com 12 anos, foi gravado em 1979 e lançado em 1982. Na ocasião, a apresentadora também era menor de idade e estava com 16 anos.

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".