Uma ação ajuizada por três ONGs que lutam pelos direitos LGBTs está tramitando na 14ª Vara Cível de Manaus pede  R$ 300 mil em indenização ao apresentador da RedeTV! Sikêra Jr por crime de LGBTfobia em seu programa “Alerta Nacional”.

GAY BLOG BR by SCRUFF

São dois pedidos principais movidos pela “Associação de Travestis, Transexuais e Transgêneros do Amazonas – ASSOTRAM“, “Manifesta LGBT” e “Aliança Nacional LGBTI+“.

O primeiro quer, pela força da lei, que o apresentador seja proibido de proferir discursos de ódio relacionados aos membros da comunidade LGBTQIA+, além do pagamento de R$ 10 mil cada vez que violar a determinação. Já o segundo pede que, ao fim do processo, caso o juiz julgue procedente, Sikêra Jr terá de indenizar por danos morais diversos coletivos à comunidade LGBT no valor de R$ 300 mil.

“Na ação, juntamos diversos vídeos com passagens do programa dele onde se refere à LGBTs como ‘bandidos’, ‘castigo de Deus’, ‘raça do satanás’ e vergonha” – diz o advogado Guilherme Honorato, representante das ONGs. Honorato também acrescenta que Sikêra parece querer que os telespectadores associem os membros da comunidade LGBTQIA+ com potenciais criminosos ou pessoas violentas.

“Ele constantemente noticia crimes nos quais os autores foram pessoas LGBTs e enfatiza a sexualidade dos criminosos, fazendo o telespectador acreditar que existe alguma relação entre a sexualidade e/ou identidade de gênero com o crime cometido, quando na realidade não há relação alguma” – diz Honorato, que também colocou na ação que o apresentador “deturpa e manipula os valores e pautas dos membros da comunidade LGBT”.

Sikêra Jr pode pagar R$ 300 mil em processo por LGBTfobia
Reprodução

Sikêra Jr é condenado por chamar modelo trans de “raça desgraçada”

Anteriormente, Sikêra Jr foi condenado a pagar 30 mil reais de indenização à modelo trans Viviany Beleboni, que em 2015 representou Jesus crucificado durante a Parada do Orgulho LGBT de SP.

Siqueira usou a imagem de Viviany ao tratar de um crime cometido por um casal de mulheres lésbicas. Na reportagem, Sikêra exibiu a foto de Beleboni e disse: “Isto é um lixo, uma bosta, uma raça desgraçada”. A informação foi divulgada pelo colunista Rogério Gentile, da Folha de S. Paulo.

Além da indenização,o juiz Sidney da Silva Braga também determinou que a imagem da modelo seja retirada da reportagem sobre o crime, que foi postada no YouTube. O vídeo também foi compartilhado por pessoas como Marco Feliciano.

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".