Cuidado: perfis ‘bots’ no Grindr tentam roubar dados pessoais

Um usuário disse que raramente usava o Grindr, mas que nos últimos meses ele tinha sido contatado por um bot cada vez que se conectava

Conhecido no exterior há pelo menos três anos, um golpe aplicado por bots que visa ‘roubar’ dados pessoais e número de cartão de crédito chegou ao Brasil, infelizmente. A tentativa de golpe reconhecida em Fortaleza, por um brasileiro que preferiu não se identificar, através de um perfil de um suposto visitante gringo.

grindr segurança golpe bots
Reprodução/Grindr

Geralmente, a abordagem e o fluxo de conversa são facilmente identificáveis, mas pode passar despercebido para usuário que ‘baixou a guarda’ e está no calor do momento. O robô malicioso tem como objetivo atrair a vítima para um link mal-intencionado, ou seduzindo com um cadastro de “private and secure dating (private assurance)” ou até um link com uma possível webcam.

POLICIAL DISFARÇADO

Alguns usuários já tentaram um método incomum para descobrir se o cara é real ou não – de uma maneira muito espirituosa. Dizer que a mãe morreu, que quer se matar ou até mesmo pedir socorro não impedem que a conversa tome outro rumo que não seja saliência.

grindr
Foto: reprodução/PinkNews
Foto: reprodução/PinkNews
Foto: reprodução/PinkNews

Ainda este ano, um usuário do Reddit perguntou se alguém conhecia o serviço de “Meetup assurance” e todas as respostas foram objetivas: “esse é um truque antigo”, “é um golpe para pegar seu número de cartão de crédito”.

Reprodução: Reddit

A presença de bots maliciosos também já foi alertada no app Tinder.

E SEGURANÇA?

Procurado para esclarecer a presença de bots em território brasileiro, o Grindr não retornou o contato até o momento.

Eric Silverberg, CEO do SCRUFF, diz que vem acompanhando os casos de exposição de dados em outros apps de paquera e leva o assunto bem a sério. “Esta questão é ainda mais crítica para quem vive em regiões que criminalizam a homossexualidade, como a Rússia e o Oriente Médio. À medida que as tecnologias aumentam, os engenheiros de aplicativos precisam enfrentar o desafio de construir sistemas robustos que incorporem técnicas avançadas. Embora as manchetes de hoje mostrarem muitas vítimas gays, os desafios da segurança afetam qualquer religião, gênero, sexualidade ou grupo minoritário que encontre a comunidade por meio de aplicativos baseados em localização”, pondera.

No mais, pocs do Brasil, não cliquem em links suspeitos e usem camisinha :)